Tamanho do texto

Juíza acata pedido do MP-SP, que considerou não haver provas suficientes em relação à acusação feita pela modelo Najila Trindade contra o jogador

Najila Trindade acusa Neymar de estupro arrow-options
Reprodução
Najila Trindade acusa Neymar de estupro

A Justiça acatou o pedido do Ministério Público de São Paulo e arquivou o inquérito sobre a acusação de estupro contra Neymar. A decisão do MP foi divulgada em entrevista coletiva realizada nesta quinta-feira (08).

Leia mais: Najila era garota de programa? Advogado da modelo fala sobre o passado dela

Segundo a promotora Flávia Merlini, o inquérito que investigava o suposto estupro praticado por Neymar , do qual a modelo Najila Trindade seria vítima, não apresenta provas suficientes e, por isso, ele está sendo arquivado .

Além de Flávia Merlini, estiveram presentes na entrevista coletiva o subprocurador-geral de Justiça Criminal, Mário Sarrubbo, e a promotora de Justiça Estefânia Paulin, da Promotoria de Justiça de Enfrentamento à Violência Doméstica de Santo Amaro.

A decisão desta quinta vai de encontro com o que já havia sido definido pela Polícia Civil há duas semanas, quando a delegada Juliana Lopes Bussacos optou por não indiciar Neymar.

O caso Neymar  ainda poderá ser reaberto se houver o surgimento de novas provas.