Tamanho do texto

Equipe portuguesa teve lucro de R$ 610 milhões com negociações de jogadores neste meio de ano; Santos fecha top 10 com R$ 173 milhões

Lance

Venda de Rodrygo ajudou Santos a lucrar nesta janela arrow-options
Renato Gizzi/Photo Premium/Agencia O Globo
Venda de Rodrygo ajudou Santos a lucrar nesta janela

O Santos integra a lista dos clubes que tiveram o maior lucro nesta janela de transferências, ou seja, que conseguiram um balanço financeiro favorável com a soma de vendas e contratações. Na primeira posição, o Benfica, enquanto o Ajax, que revelou grandes jogadores recentemente, ocupa a segunda posição. Confira o ranking completo.

Leia mais: Rodrygo é apresentado no Real Madrid e afasta rótulo de "novo Neymar"

1. O Benfica gastou 43,75 milhões de euros (R$ 193 milhões), mas vendeu 13 jogadores e conseguiu 188,2 milhões de euros (R$ 794 milhões). Ao todo, teve um lucro de 144,45 milhões de euros (R$ 610 milhões).

2. Com grandes revelações, o Ajax perdeu De Ligt e Frenkie De Jong para Juventus e Barcelona, respectivamente. Os holandeses venderam nove atletas e conseguiram 181,75 milhões de euros (R$ 767 milhões). O clube investiu 56,2 milhões de euros (R$ 237 milhões) em contratações e obteve um lucro de 125,5 milhões de euros (R$ 530 milhões).

3. O Hoffenheim gastou 10 milhões de euros (R$ 42 milhões) nesta janela, mas, com nove vendas, incluindo o atacante brasileiro Joelinton (a mais cara de sua história) conseguiu 102,85 milhões de euros (R$ 434 milhões). Com isso, o clube alemão teve um lucro de 92,85 milhões de euros (R$ 392 milhões).

4. O Chelsea gastou 45 milhões de euros (R$ 190 milhões) nesta janela, mas, com a venda de 12 jogadores, conseguiu 119,65 milhões de euros (R$ 505 milhões). Ao todo, teve um lucro de 74,65 milhões de euros (R$ 315milhões).

5. O Lyon gastou bem na temporada: 63 milhões de euros (R$ 266 milhões), mas também perdeu dez jogadores, entre eles, Nabil Fekir. Com vendas, conseguiu 132,83 milhões de euros (R$ 561 milhões) e teve um lucro de 69,82 milhões de euros (R$ 295 milhões).

6. O Atlético de Madrid investiu pesado e trouxe nomes como João Félix (contratação mais cara de sua história), Felipe, Renan Lodi e Trippier. O clube gastou 243,5 milhões (R$ 1 bilhão) em contratações. Os Colchoneros, porém, perderam 14 atletas, entre eles, Rodri e Griezmann, que foram para o Manchester City e Barcelona, respectivamente. Com isso, conseguiu 311,10 milhões de euros (R$ 1,3 bilhão) com as saídas. O Atleti conseguiu um lucro de 67,6 milhões de euros (R$ 285 milhões).

7. O Eintracht Frankfurt gastou 34,5 milhões de euros (R$ 146 milhões), mas efetuou a saída de 18 atletas, entre eles, seu principal atacante, Luka Jovic (Real Madrid). Com as saídas conseguiu 100,8 milhões de euros (R$ 425,5 milhões), com um lucro de 66,3 milhões de euros (R$ 280 milhões).

8. O Sttutgart gastou 9,4 milhões de euros (R$ 40 milhões) em contratações, mas conseguiu 65,49 milhões de euros (R$ 276 milhões) com saídas e obteve um lucro de 56.09 milhões de euros (R$ 237 milhões).

9. O RB Salzburg perdeu 17 atletas e conseguiu 46,95 milhões de euros (R$ 198 milhões). Com contratações, injetou "apenas" 12,2 milhões de euros (R$ 51,5 milhões). Com isso, obteve um lucro de 45,8 milhões de euros (R$ 193 milhões).

10. Único brasileiro do Top 10, o Santos gastou 6 milhões de euros (R$ 25 milhões) na janela de transferências , mas conseguiu 46,95 milhões de euros (R$ 194 milhões) em vendas, que incluem a saída de Rodrygo para o Real Madrid. Com isso, o Peixe conseguiu obter um lucro de 40,95 milhões de euros (R$ 173 milhões).