Tamanho do texto

Torcedores estiveram no aeroporto Tom Jobim para protestar contra o elenco; Diego foi o principal alvo das críticas e reagiu

Diego reage contra torcedores
Reprodução
Diego reagiu ao protesto e precisou ser contido por seguranças

Dezenas de torcedores do Flamengo protestaram neste sábado no embarque do time para o jogo com o Corinthians, no aeroporto Tom Jobim. O grupo aguardou o ônibus da delegação rubro-negra estacionar e se manifestou principalmente contra o meia Diego.

Leia também: Após longa novela, Flamengo acerta a contratação do lateral-esquerdo Filipe Luis

Seguranças do Flamengo que chegaram antes ao local fizeram o primeiro contato e tentaram evitar a confusão, em vão. A Polícia Militar também foi acionada para controlar os ânimos.

O técnico Jorge Jesus foi o primeiro a descer do ônibus e conversar com os torcedores , que ironizaram o fato de mais ninguém sair do veículo. 

Os rubro-negros pediram ao técnico que cobre do time, que não está correspondendo em campo ao investimento feito.

"Queremos de volta o Flamengo vencedor", entoaram os torcedores. " Diego não pode ser o capitão", disse outro.

Leia também: Anderson Varejão deixa o Flamengo após proposta de redução salarial de 70%

Em seguida, os jogadores também saíram do coletivo em fila, com forte escolta de seguranças e policiais. Diego foi o mais hostilizado no protesto e reagiu, virando-se e falando algo contra os torcedores. O que deu início a um tumulto ainda maior.

Relatos de que o meia e o zagueiro Thuler xingaram os torcedores e queriam partir para a briga no aeroporto, mas foram contidos.

Vale lembrar que o Flamengo foi eliminado da Copa do Brasil e Diego perdeu o primeiro pênalti contra o Athletico-PR, ao bater fraco no meio do gol.