Tamanho do texto

Depois de um ano e meio no Rubro-Negro, pivô deixa o clube carioca e demonstra descontentamento: "Faltou respeito, faltou consideração"

Lance

Anderson Varejão deixa o Flamengo arrow-options
Divulgação/Flamengo
Anderson Varejão deixa o Flamengo

O pivô Anderson Varejão está de saída do Flamengo. O atleta anunciou, nesta sexta-feira,  que não vai renovar o contrato com o clube,  sob a alegação de que recebeu proposta da diretoria rubro-negra de reduzir os salários em 70% para a próxima temporada. A última partida de Varejão no clube foi a que valeu o título da temporada 2018-19 do NBB, no dia 15 de junho, contra o Franca. Ele também foi campeão da Copa Super 8 e do Campeonato Estadual do Rio, em 2018.

Leia mais: Flamengo, Corinthians, São Paulo, Palmeiras e Vasco serão exclusivos do PES 2020

"Quando voltei ao Brasil, meu pensamento era encerrar a carreira no Flamengo . Ao final da temporada, falei da vontade de ficar na Gávea. Mas a vontade tinha que ser do clube também. Meu salário não era um ' salário NBA ', estava nos padrões do Brasil, mas uma proposta como essa é mais um 'convite para sair'. Na semana passada, ofereceram isso. Sem conversa ou negociação, essa semana encerraram o assunto. Faltou respeito, faltou consideração", lamentou Varejão .

Além dos três títulos, em um ano e meio na Gávea, o pivô ajudou também na conquista da vaga para a Liga das Américas 2020 e recebeu o prêmio de 'MVP' do Jogo das Estrelas 2018. A mágoa com a diretoria, no entanto, não apaga a gratidão e o respeito  do jogador pela torcida. 

"Foi tudo muito intenso, foi realmente especial. Formamos um time muito bom e com uma amizade forte dentro e fora de quadra, isso foi fundamental para que a gente conquistasse todos esses títulos. Sempre deixei o meu máximo em cada jogo, jogando com intensidade e no meu limite. Essa é a maneira que tenho de retribuir o carinho da torcida, que me abraçou desde o primeiro dia no Rio de Janeiro. Fiquei chateado pela maneira como acaba a minha passagem pelo Flamengo. Faltou respeito. Mas, infelizmente, é assim que as coisas são".

Leia mais: Palmeiras e Flamengo são alvo de memes após eliminações na Copa do Brasil

Nas redes sociais, Varejão publicou um agradecimento aos torcedores rubro-negros e agradeceu o carinho.

"Só posso dizer ‘Obrigado', NAÇÃO. Obrigado pela energia, pela parceria, lealdade, apoio, momentos vividos, cobranças e todo o carinho.Foi um enorme prazer vestir o MANTO e uma sensação especial, um sentimento maravilhoso jogar pelo time do meu coração. Fui muito feliz, vivi bons momentos, conquistamos títulos e isso é o que fica, é o que importa", diz um trecho da postagem.

Ver essa foto no Instagram

Só posso dizer ‘Obrigado', NAÇÃO. Obrigado pela energia, pela parceria, lealdade, apoio, momentos vividos, cobranças e todo o carinho.Foi um enorme prazer vestir o MANTO e uma sensação especial, um sentimento maravilhoso jogar pelo time do meu coração. Fui muito feliz, vivi bons momentos, conquistamos títulos e isso é o que fica, é o que importa. Quando voltei ao Brasil no ano passado, pensei que o rubro-negro seria o meu último uniforme. Hoje encerro meu ciclo no clube. Nunca escondi de ninguém minha vontade de ficar, mas a vontade não pode ser apenas minha. Estou decepcionado, acho que merecia um pouco mais de respeito e consideração. Enfim, vida que segue. Quero deixar abraços, todo meu carinho e dizer da minha gratidão a todos aqueles com quem convivi, meus companheiros de equipe,funcionários, staff, enfim, a todos que me ajudaram nessa passagem pelo clube. E deixo aqui meu muito obrigado à NAÇÃO.

Uma publicação compartilhada por Anderson Varejão (@andersonvarejao18) em


Sobre futuro, o pivô ainda não tem nada definido. Anderson está focado na preparação para a Copa do Mundo FIBA China 2019, que será disputada entre os dias 31 de agosto e 15 de setembro. A Seleção Brasileira está no Grupo F ao lado de Grécia, Montenegro e Nova Zelândia, com sede em Nanjing, e o grupo se apresenta no dia 25, em Anápolis (GO).

"Agora estou 100% concentrado na Seleção Brasileira , em fazer o meu melhor e ajudar a equipe a fazer uma boa campanha no Mundial. Temos um grupo de qualidade, que mescla experiência e juventude, jogadores com bastante rodagem e jovens com uma boa bagagem também. Temos tempo para uma boa preparação e chegar bem na China", afirmou Varejão .