Tamanho do texto

Em seis meses será proibido fumar nas dependências de estádios, arenas e ginásios. Estatuto da Defesa do Torcedor será modificado

cigarro arrow-options
shutterstock
Em seis meses será proibido o fumo nas dependências de eventos esportivos

Nesta quarta-feira (10) a Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado Federal aprovou o Projeto de Lei nº 2330/19, do senador Eduardo Girão (PODEMOS/CE), que dispõe da proibição do uso de produtos fumígenos nos locais onde são realizados eventos esportivos.

Leia também:  Clubes se unem em SP por liberação de cerveja em estádios e arenas

Digerindo o ‘politiquês’, daqui seis meses será proibido o fumo em estádios, ginásio e demais arenas esportivas, sendo locais abertos ou não. A medida altera o Estatuto de Defesa do Torcedor e a Lei Antifumo.

No texto o senador cita que fumar em ambientes esportivos “representa um contrassenso”, já que existe uma associação entre a prática de esporte e a prática de vida mais saudável. Não fica claro no Projeto de Lei qual será a punição para quem for pego fumando nesses locais.

Além das áreas esportivas também será proibido fumar em repartições públicas, salas de aula, bibliotecas, recintos de trabalho coletivo, teatro e cinema. “A gente quer proteger essas pessoas dos prejuízos causados pelo cigarro. São R$ 57 bilhões gastos por ano pelo Sistema Único de Saúde (SUS) além das milhares de vidas perdidas”, disse o senador Girão ao Correio Braziliense.

Leia também:  Emocionado, Éder Militão passa mal em apresentação no Real Madrid

O que você acha torcedor? Concorda com a proibição do fumo ou essa é uma medida desnecessária? Deixe sua opinião.