Tamanho do texto

Modelo foi intimada pela Polícia Civil a prestar depoimento quatro vezes e foi até cogitada uma possibilidade de condução coercitiva

IstoÉ

Najila Trindade chegou na delegacia com a cabeça coberta por um casaco
Marcelo D. Sants / FramePhoto / Agência O Globo
Najila Trindade chegou na delegacia com a cabeça coberta por um casaco

Najila Trindade, mulher que acusa Neymar de estupro, chegou às 11h53 a uma Delegacia de Defesa da Mulher em São Paulo para prestar depoimento contra o atleta. A modelo chegou acompanhada de uma mulher chamada Rosângela, responsável por cuidar do seu filho e que também será ouvida pela polícia.

Leia também:

Najila Trindade e Rosângela chegaram juntas, com a modelo com o rosto encoberto por um casaco, e foram cercadas por jornalistas, mas entraram na delegacia sem dar entrevistas. Após o término dos depoimentos, Danilo Garcia de Andrade, advogado da suposta vítima, concederá entrevista coletiva.

Najila Trindade com o rosto coberto
Reprodução / Gazeta Esportiva
Najila Trindade com o rosto coberto

Leia também: Neymar diz que não foi ele que postou video com fotos íntimas de Najila

A modelo foi intimada pela Polícia Civil a prestar depoimento quatro vezes e foi até cogitada uma possibilidade de condução coercitiva.

Leia também: De cadeira de rodas, Neymar depõe e agradece carinho: "Me senti muito amado"

Najila Trindade com o rosto coberto
Reprodução / Edu Garcia / R7
Najila Trindade com o rosto coberto

Os investigadores querem que Najila Trindade explique com mais detalhes o ocorrido no hotel em Paris no dia 15 de maio, data que ela alega ter sido estuprada por Neymar. Além disso, existe a expectativa de que a modelo entregue conversas, fotos e tudo mais que foi gravado por ela.

    Leia tudo sobre: Futebol