Com temporadas abaixo do esperado, Coutinho e Neymar foram convocados por Tite para defender a Seleção na Copa América
Mowa Press
Com temporadas abaixo do esperado, Coutinho e Neymar foram convocados por Tite para defender a Seleção na Copa América

Na última sexta-feira, Tite anunciou a lista de jogadores convocados para defender a seleção na Copa América 2019. Com apenas 3 jogadores que atuam no futebol nacional, a lista mistura jogadores que foram destaques de suas equipes na temporada e outros que têm a confiança do treinador.

Leia também: Fifa desiste de propor Copa de 2022 com 48 seleções, afirma jornal

Em clima de preparação para o torneio, organizamos um breve resumo da temporada e do desempenho de cada um dos 23 jogadores convocados. Confira abaixo os números de cada convocado para a seleção ao longo do ano:

Goleiros

Alisson (Liverpool-ING)

Em sua primeira temporada pelo Liverpool, Alisson foi essencial para a equipe. Por isso, mereceu a convocação para a Seleção.
Divulgação
Em sua primeira temporada pelo Liverpool, Alisson foi essencial para a equipe. Por isso, mereceu a convocação para a Seleção.

O goleiro foi eleito o melhor arqueiro da Premier League e foi crucial na campanha do Liverpool rumo à final da Champions. Em 50 partidas disputadas na temporada, sofreu apenas 34 gols e não foi vazado em 26 oportunidades.

Títulos: Nenhum (está disputando a final da Champions)

Ederson (Manchester City-ING)

Em mais um ótimo ano, Ederson foi titular do Manchester City que conquistou a tríplice coroa doméstica nessa temporada. O goleiro disputou 58 partidas, sofrendo 38 gols e ficando sem ser vazado em 28 jogos.

Títulos: Premier League, Copa da Inglaterra e Copa da Liga Inglesa

Cássio (Corinthians)

Apesar da idade, Cássio segue sendo um dos melhores goleiros do Brasil . Foi essencial nos confrontos de mata-mata do Corinthians e principal nome da equipe no título do Campeonato Paulista.

Títulos: Campeonato Paulista

Laterais

Daniel Alves (PSG-FRA)

Daniel Alves viveu ano bom em meio à temporada ruim do PSG.
Twitter/Reprodução
Daniel Alves viveu ano bom em meio à temporada ruim do PSG.

Em uma temporada abaixo do esperado, Daniel foi um dos destaques do PSG. Lá, passou a exercer um papel de liderança e conquistou seu 39º título na carreira. Apesar da idade, segue sendo um dos melhores da posição.

Títulos: Supercopa da França e Campeonato Francês

Fágner (Corinthians)

Assim como Cássio, Fágner segue sendo um dos destaques do Corinthians e foi essencial no título do Paulistão. A vaga na seleção é merecida, uma vez que é um dos melhore laterais em atividade no futebol Brasileiro.

Títulos: Campeonato Paulista

Alex Sandro (Juventus-ITA)

Atualmente na Juventus, Alex Sandro se destaca por sua capacidade ofensiva. É uma das peças mais importantes na campanha do título nacional. Com o lateral em campo, o time sofreu apenas 20 gols no Campeonato Italiano.

Títulos: Supercopa da Itália e Campeonato Italiano

Filipe Luís (Atlético de Madrid-ESP)

Em sua provável última temporada pelo Atlético de Madrid, Filipe Luís conquistou a Supercopa da UEFA. Ao longo do ano, o lateral marcou 1 gol e deu 3 assistências, mas foi importante no sistema defensivo do time na La Liga, que sofreu apenas 29 gols.

Títulos: Supercopa da UEFA

Zagueiros

Militão (Porto-POR)

Éder Militão chegou ao Porto no ano passado e já se destacou, sendo convocado para a Seleção.
Site oficial
Éder Militão chegou ao Porto no ano passado e já se destacou, sendo convocado para a Seleção.

Em seu primeiro ano no futebol europeu, Militão foi um dos destaques do Porto. Marcando 5 gols e dando 4 assistências, o zagueiro chamou a atenção do Real e se juntará ao time espanhol após a Copa América .

Títulos: Nenhum

Thiago Silva (PSG-FRA)

Apesar do ano fraco do PSG, Thiago Silva segue sendo um dos melhores do mundo. O zagueiro passou a temporada em branco, mas atuou em alto nível até se lesionar no fim do Campeonato Francês. 

Títulos: Supercopa da França e Campeonato Francês

Marquinhos (PSG-FRA)

Assim como Thiago Silva, Marquinhos vem atuando bem, mesmo em meio à crise vivida pelo PSG. O jovem zagueiro, que pode deixar a França na janela, marcou quatro gols e deus três assistências ao longo da temporada.

Títulos: Supercopa da França e Campeonato Francês

Miranda (Internazionale-ITA)

Um dos destaques do Brasil na última Copa, Miranda viveu mais uma temporada comum na Inter de Milão. Apesar da ausência de títulos, o ex-jogador do São Paulo foi importante na campanha da Inter no Italiano. Pela idade, este deverá ser o último torneio do zagueiro pela seleção.

Títulos: Nenhum

Você viu?

Leia também: Sem Kanemann e Icardi, seleção argentina é convocada para a Copa América

Meias

Fernandinho (Manchester City-ING)

Apesar de críticas, Fernandinho foi um dos melhores jogadores do Manchester City na temporada, merecendo a vaga para a Seleção.
Twitter/Manchester City
Apesar de críticas, Fernandinho foi um dos melhores jogadores do Manchester City na temporada, merecendo a vaga para a Seleção.

Apesar das críticas, Fernandinho foi um dos pilares do Manchester City no ano. O meia disputou 42 jogos pelos Citizens nessa temporada, marcando um gol, dando três assistências e sendo crucial no sistema defensivo.

Títulos: Premier League, Copa da Inglaterra e Copa da Liga Inglesa

Casemiro (Real Madrid-ESP)

Apesar do ano ruim do Real Madrid, Casemiro segue sendo um dos destaques da equipe. Essencial no sistema defensivo, o meia também contribuiu com o ataque merengue, marcando quatro gols na temporada.

Títulos: Nenhum

Arthur (Barcelona-ESP)

Em seu primeiro ano na Europa, Arthur já provou que deve ter lugar garantido nas convocações . Com um estilo de jogo que o fez ser comparado a Xavi, ídolo da torcida, o meia tornou-se importante no estilo de jogo proposto por Valverde.

Títulos: Campeonato Espanhol e Supercopa da Espanha

Allan (Napoli-ITA)

Apesar de não ser tão conhecido do público geral, Allan é um dos pontos chaves do Napoli. Em 47 jogos disputados pelo time italiano, o meia marcou apenas um gol e distribuiu três assistências, mas foi crucial na campanha que levou o time ao vice do Campeonato Italiano.

Títulos: Nenhum

Lucas Paquetá (Milan-ITA)

Contratado em janeiro, Paquetá disputou apenas 17 partidas pelo Milan. Nelas, marcou um único gol e deu três assistências. Apesar disso, foi elogiado e deverá ganhar cada vez mais espaço no time e na seleção.

Títulos: Nenhum

Coutinho (Barcelona-ESP)

Apesar da temporada ruim no Barcelona, Coutinho foi convocado para a Seleção.
Marca/Divulgação
Apesar da temporada ruim no Barcelona, Coutinho foi convocado para a Seleção.

Contratado com expectativas boas, Coutinho viveu uma temporada esquecível no Barcelona. Apesar dos 11 gols marcados, o entrou em atrito com a torcida pela oscilação nos jogos. Apesar disso, era um dos nomes certos na lista de Tite .

Títulos: Campeonato Espanhol e Supercopa da Espanha

Leia também: Jogador do Liverpool questiona ausência de Fabinho na Seleção 

Atacantes

Everton (Grêmio)

Após um ótimo ano, Everton foi convocado para a Copa América. Seu rendimento em 2019 ainda não é tão bom quanto o da temporada passada. Porém, o atacante jogou bem nos amistosos da seleção e foi importante na campanha do título gaúcho.

Títulos: Campeonato Gaúcho

Neymar (PSG-FRA)

Mesmo rendendo menos do que o esperado, Neymar era nome certo na convocação da Seleção para a Copa América
O Globo
Mesmo rendendo menos do que o esperado, Neymar era nome certo na convocação da Seleção para a Copa América

Em uma temporada marcada por polêmicas extra-campo, Neymar passou longe do melhor rendimento. Mesmo marcando 23 gols e dando outras 13 assistências, o camisa 10 ficou abaixo do esperado. Vale lembrar que uma lesão o tirou da parte final da temporada .

Títulos: Supercopa da França e Campeonato Francês

Richarlison (Everton-ING)

Em seu segundo ano na Inglaterra, Richarlison foi um dos destaques do Everton. Famoso pela “dança do pombo”, o atacante marcou 14 gols pela equipe de Liverpool. Convocação mais do que merecida para a Copa América.

Títulos: Nenhum

David Neres (Ajax-HOL)

Em um ano mágico pelo Ajax, David Neres disputou 50 partidas, marcando 13 gols e dando 15 assistências. O ponta foi peça chave na campanha histórica do Ajax na Champions e na conquista do Campeonato Holandês. Mereceu a vaga na seleção.

Títulos: Campeonato Holandês e Copa da Holanda

Firmino (Liverpool-ING)

Com 16 gols e 8 assistências na temporada, Firmino foi um dos principais jogadores do Liverpool. Mesmo desfalcando o time no momento chave da temporada (na semifinal da Champions), o ano do brasileiro foi ótimo, assim como o anterior.

Títulos: Nenhum (disputa o título da Champions)

Gabriel Jesus (Manchester City-ING)

Mesmo sendo reserva, Gabriel Jesus se destacou e foi convocado para a Seleção.
Reprodução/ Twitter
Mesmo sendo reserva, Gabriel Jesus se destacou e foi convocado para a Seleção.

Apesar de ter sido reserve durante quase toda a Premier League, Gabriel Jesus teve uma temporada boa. Nos momentos em que esteve em campo, o atacante marcou 21 gols, deu 6 assistências e terminou a Premier League como melhor finalizador do torneio. Por isso, mereceu uma  vaga na seleção

Títulos: Premier League, Copa da Inglaterra e Copa da Liga Inglesa

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários