Tamanho do texto

O Fenômeno, que sofre de hipotireoidismo, reclamou que nunca foi defendido nas vezes em chamado de gordo durante sua carreira

Ronaldo Fenômeno
Divulgação
Ronaldo afirmou ter sido vítima de preconceito por ser gordo

Ronaldo é um dos atletas mais bem-sucedidos do esporte mundial. Mesmo após deixar os gramados há oito anos, o Fenômeno investiu seu tempo e seu dinheiro em clubes de futebol, como no caso do Real Valladolid, da Espanha, onde é atualmente presidente. Mas o ex-atacante guarda algumas mágoas.

Em entrevista ao jornal "Financial Times", o ex-jogador falou sem rodeios e se queixou que nunca foi defendido quando todos os chamavam de gordo . Ronaldo sempre teve problemas com o peso até descobrir que sofria de hipotireoidismo .

"Há mobilizações para muitas coisas. Se você é negro ou gay, te defendem . Mas não lembro de me defenderem quando me chamavam gordo", afirmou o craque antes de falar da indisposição que o debilitou da final da Copa do Mundo de 1998, em que a França bateu o Brasil por 3 a 0.

Leia também: Ronaldo presidente do Corinthians? 'Sonho' pode acontecer em cinco ou seis anos

"As pessoas gostam de conspirações. Dizem muitos disparates. Não foi o meu melhor jogo naquele dia, mas lutei e corri. Já há dias em que pensa que não você não se sente bem e outros que são o oposto. É difícil de explicar. Vejam Messi no Barcelona e Messi na Argentina. É um jogador completamente diferente. Não é fácil jogar um grande torneio pela tua seleção. Ali jogam os melhores do Mundo", disse.

Pai de quatro filhos, o Fenômeno ainda confirmou ter realizado uma vasectomia, mas disse que ainda pode ser pai: "Congelei esperma suficiente para formar uma equipe de futebol, se a minha mulher assim o quiser", concluiu Ronaldo .

    Leia tudo sobre: Futebol