Tamanho do texto

Alexandre Talento, que passou por Botafogo e Atlético Goianiense, agrediu a ex-namorada por conta de mensagens com uma amiga

Pegar o telefone da ex-namorada Bianca Ariana Rocha Oliveira, de 29 anos, e acessar um diálogo nas redes sociais, onde ela falava com uma amiga sobre uma saída noturna, foi o suficiente para que o ex-jogador de futebol do Atlético Goianiense e das divisões de base do Botafogo, Alexandre de Oliveira Macedo Junior, o Alexandre Talento, de 22, iniciasse uma série de agressões provocadas pelo ciúme.

A jovem foi atacada pelo jogador  com socos e chutes e espancada até perder os sentidos. Bianca teve os ossos da face fraturados pelas pancadas e precisou passar por uma cirurgia reparadora que durou três horas. A agressão aconteceu na noite do último 14, em Oswaldo Cruz , na Zona Norte do Rio.

mulher agredida
Reprodução
Jovem foi espancada pelo jogador por conta de ciúmes

"Ele me bateu bastante, até eu desmaiar. Só lembro de ter acordado quando estava num carro de uma amiga, sendo levada para um hospital. O Alexandre vivia me perseguindo porque não aceitava o fim do nosso relacionamento de quatro anos. Tenho medo do que possa acontecer daqui pra frente", disse a jovem.

Na noite da última sexta-feira, Alexandre Talento foi localizado e preso por policiais da 30ªDP (Marechal Hermes) que cumpriram um mandado de prisão preventiva, expedido em nome do jogador, pela juíza juíza Ana Paula Deluque Migueis Laviola de Freitas, do 3º Juizado de Violência Doméstica de Jacarepaguá.

O atleta já havia agredido a ex-namorada outras duas vezes, uma ano passado e outra em 2019.

Leia também: Ex-mulher pede indenização a Ronaldinho Gaúcho e o acusa de agressão

Por ter desobedecido uma medida cautelar da Justiça, também expedida pelo 3º Juizado de Violência Doméstica de Jacarepaguá, ele acabou tendo a prisão decretada. A medida dizia que ele deveria manter uma distância mínima de 250 metros de Bianca e de seus familiares.

A medida cautelar havia sido expedida por conta de uma outra agressão contra Bianca, cometida pelo atleta, no dia 1º de abril último. Na ocasião, ela foi retirada de um carro e agredida com socos.

Alexandre Talento
Reprodução
Alexandre Talento atuou pelo Atlético Goianiense

"Fui num bar e ele estava lá. Me mandou ir embora. Sai com medo de apanhar, mas ele me seguiu e fechou o meu carro. Estava com duas amigas. Ele me puxou pelos cabelos. Fui jogada no carro dele. Depois, começou a me bater. Ainda bem que a polícia chegou e fui salva", disse Bianca.

No despacho em que justifica sua decisão pela decretação da prisão preventiva, a juíza Ana Paula Deluque Migueis Laviola de Freitas diz que o agressor tem perfil violento.

Leia também: Acabou o amor? Galvão Bueno critica Neymar por agressão: "Nada que justifique"

"O acusado vem cometendo uma série de agressões contra a vítima, sendo certo que mostra-se cada vez mais violento. ....Tendo na última agressão fraturado os ossos da face da vitma. Impende destacar que as medidas cautelares alternativas à prisão se mostram insuficientes e inadequadas para resguardar a incolumidade física e psiquíca da vítima, especialmente considerando o perfil violento do agressor", escreveu a juiza no despacho que decidiu pela prisão de Talento.

O jogador de futebol está preso em uma unidade prisional em Benfica, na Zona Norte do Rio, onde se encontra à disposiçao da Justiça.

    Leia tudo sobre: Futebol