Tamanho do texto

Para mais de 39 mil torcedores no Morumbi, paulistas e cariocas fizeram partida de alta intensidade e placar ficou igual com um gol em cada tempo

São Paulo x Flamengo
Richard Callis/Fotoarena/Agência O Globo
São Paulo saiu atrás, mas buscou empate com o Flamengo no Morumbi

Com um gol em cada tempo, São Paulo e Flamengo empataram por 1 a 1, no Morumbi, em partida válida pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. Desta forma, o tricolor paulista segue invicto na competição, mas perde os 100% de aproveitamento, enquanto os rubro-negros já somam dois jogos sem vitória.

Quem balançou as redes primeiro foi o Flamengo, logo aos sete minutos, com Berrío. O São Paulo conseguiu empatar somente na segunda etapa, aos 37 minutos, com Tchê Tchê. Autor do gol carioca, o colombiano saiu ainda no primeiro tempo após pancada na cabeça. Outro que deixou a partida de forma antecipada foi Alexandre Pato, que sofreu uma trombada e foi, ainda no intervalo, para um hospital.

O Destaque da partida foi Diego, que criou boas chances, principalmente na etapa inicial. Por conta da decisão na Copa Libertadores no meio da semana, contra o Peñarol, o técnico do Flamengo , Abel Braga, mandou a campo uma equipe modificada, o que não impediu uma boa apresentação de seu time. Hernanes, que entrou ainda no primeiro tempo, arriscou bons chutes de fora da área e participou do gol são-paulino.

Leia também: Vital se destaca em quesito deficiente e pode ganhar espaço no Corinthians

Como foi o jogo

O São Paulo começou tentando pressionar, mas logo aos sete minutos, na primeira boa chegada, o Flamengo abriu o placar. Após boa troca de passes, Hugo Moura bateu por cima de Tiago Volpi e Berrío chegou para completar e movimentar o marcador no Morumbi.

Aos 18, Diego avançou desde a intermediária e bateu bem, no canto, mas Volpi caiu e conseguiu desviar. Com 25 jogados, o São Paulo voltou a assustar em chute de Antony, que tentou cruzar, mas viu a bola ir em direção ao gol e acertar o travessão.

Já no segundo tempo, Hernanes, que entrou ao longo da etapa inicial, arriscou de fora da área, mas César fez boa defesa. As chances são-paulinas continaram em chutes de média e longa distância. O primeiro foi com Everton, que aproveitou cruzamento de Reinaldo.

Aos 24, foi a vez de Tchê Tchê arriscar de fora da área e assustar César. O São Paulo continuou com a bola, mas sem muita pressão. Até que aos 37 minutos, após bola cruzada na área e cabeçada de Hernanes, César fez defesa espetacular, mas na sobra estava Tchê Tchê, que teve a tranquilidade de limpar o defensor e bater forte para igualar o marcador.

A partir de então, o São Paulo até tentou pressionar, mas não conseguiu. As últimas chances foram em duas bolas paradas, uma para cada equipe, mas sem sucesso. Aos 52, o árbitro encerrou a partida no Morumbi, que contou com a presença de 38.749 pagantes.

    Leia tudo sobre: futebol