Tamanho do texto

Nas últimas partidas, jogadores foram alvo de xingamentos e ônibus do time foi atacado com pedras e garrafas; Felipão respondeu: "palhaços"

IstoÉ

Felipão
CONMETRO/DIVULGAÇÃO
Felipão ficou irritado com ataques à jogadores do Palmeiras


O atual campeão nacional estreia neste domingo (28) no Campeonato Brasileiro disposto a acalmar possíveis insatisfações da torcida. Após ter enfrentado, nos últimos jogos, episódios que incomodaram a comissão técnica, o Palmeiras recebe no Allianz Parque, em São Paulo, o Fortaleza,pela primeira rodada da competição. 

Leia também:  Palmeiras mantém a defesa como ponto forte para o início do Brasileirão

Apesar de ter vencido, na última quinta-feira (25). o Melgar, no Peru, por 4 a 0 pela Copa Libertadores, o Palmeiras deixou Arequipa irritado com a manifestação de alguns torcedores.

Após a partida, os reservas faziam um treino no gramado quando foram alvo de xingamentos pela própria torcida. O técnico Luiz Felipe Scolari ficou irritado com o gesto e chamou de “palhaços” os autores da manifestação .

Já na última vez em que atuou como mandante, o Palmeiras encarou uma situação ainda pior. O ônibus que levava o elenco ao estádio para a partida contra o Junior Barranquilla foi alvo de um ataque na entrada da arena, com o arremesso de pedras e garrafas. O clube e a polícia descobriram, ainda, que estava organizada uma outra emboscada para depois do jogo, que acabou desarmada.

O clima complicado teve como estopim a eliminação na semifinal do Campeonato Paulista, diante do São Paulo, nos pênaltis. Apesar disso, o Palmeiras está em situação confortável na Copa Libertadores, com classificação garantida para as oitavas de final, e inicia o Brasileirão como um dos favoritos. O time não perdeu jogadores e ainda acertou a chegada de sete reforços para 2019.

Por isso, o elenco considera ser importante ter um bom início no Brasileirão. A expectativa e a exigência da torcida prometem ser elevadas. “O Brasileiro é um torneio bem duro, talvez, um dos mais difíceis do mundo e não tem jogo fácil. São cinco, seis, sete ou até mais times com possibilidades de ser campeão. Se a gente conseguir manter a força defensiva e continuar sofrendo poucos gols, teremos grandes chances de brigar pelo título”, disse o zagueiro Gustavo Gómez.

Felipão deve mexer bastante no time e promover o rodízio de titulares. Jogadores que foram poupados da viagem ao Peru, como o atacante Ricardo Goulart e o zagueiro Edu Dracena, devem ganhar chance.

O post Palmeiras estreia contra o Fortaleza atento aos ânimos da torcida na arena apareceu primeiro em ISTOÉ Independente .