Tamanho do texto

Meio-campista é o maior marcador do Paulistão e já pensa na Copa América

Jean Mota, jogador do Santos
Ivan Storti/Santos
Jean Mota, jogador do Santos

O meio-campista Jean Mota é o atual artilheiro do Campeonato Paulista e vive uma boa fase com a camisa do Santos. O jogador, que muita vezes não passou confiança para torcida, agora é um dos xodós dos alvinegros.

Leia também: Com números de 2018, Palmeiras registra a maior arrecadação de sua história

Jean Mota vive um momento inédito e especial em sua carreira. Com sete gols marcados, ele é o maior marcador do Paulistão de forma isolada.

O técnico argentino Jorge Sampaoli tem o meia como peça chave e fundamentam para equipe do Santos , que no início da temporada não inspirou confiança sem contratações casuais e com problemas na gestão do clube.

Considerada a "quarta força" no início, hoje o time tem a melhor campanha da competição com aproveitamento aguçado. O polivalente Jean Mota contou que Sampaoli deu confiança e a posição concreta em campo colaborou muito para seu crescimento.

Leia também: Desde 2016 no Cruzeiro, Mano Menezes recebe homenagem pelos 200 jogos

"Ele me ajudou muito me deu a posição que sempre gostei de atuar e ter mais liberdade no meio de campo. Estou muito feliz atuando por ali", disse o atleta que, na temporada passada, foi muitas vezes utilizado como lateral esquerdo.

Com a boa fase, Jean Mota tem expectativa de uma possível convocação para seleção brasileira que vai disputar a Copa América neste ano.

"Ainda não conquistamos nada, mas é claro que a gente sonha. Estamos em um clube muito grande como o Santos. Tenho trabalhado bastante e se eu ganhar essa oportunidade com o professor Tite, será um sonho realizado para mim. Venho trabalhando dia após dia para que esse sonho se torne realidade", contou.

Sobre o jogo decisivo pela Copa Sul-Americana contra o River Plate-URU, o jogador deu seu pitaco.

"Temos um jogo importante contra o River Plate. Eu estou pronto para essa partida, joguei apenas 30 minutos contra o Palmeiras, creio que estou 100%, assim como meus companheiros que também foram poupados no clássico", disse.

Leia também: Clube croata estuda processar Liam Gallagher, ex-vocalista do Oasis; entenda

"Não teremos o apoio da nossa torcida (o Santos foi punido por conta dos incidentes contra o Independiente, no ano passado, e o Pacaembu terá portões fechados). Mas tenho certeza que vamos motivados dentro de campo para trazer essa classificação", finalizou Jean Mota .

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.