Tamanho do texto

Com cerca de 35% de aproveitamento desde que assumiu o clube, o treinador se mostrou compreensivo com a decisão da diretoria

Carpegiani em sua apresentação no Vitória
Reprodução / E.C Vitória
Carpegiani em sua apresentação no Vitória

O Vitória anunciou, nesta terça-feira (06), a demissão do treinador Carpegiani. O empate na última partida do Campeonato Brasileiro contra o agora rebaixado Paraná não agradou a diretoria do Leão.

Leia também: Acorda Andrés: ficar com Jair Ventura em 2019 será catastrófico

Carpegiani estava no clube há quase três meses, e nos 14 jogos que comandou a equipe no Brasileirão, teve aproveitamento de cerca de 35% apenas, com sete derrotas, três empates e quatro vitórias.

O clube anunciou que João Burse será o treinador do Vitória até o final do Campeonato Brasileiro.

Na 17ª colocação na tabela, o Leão abre a zona de rebaixamento para a Série B com 34 pontos, e já no próximo final de semana tem um clássico contra o Bahia pela frente, no Barradão, e o clube preparou uma promoção para levar os torcedores ao estádio.

Leia também: Bahia homenageia mês da Consciência Negra em camisas contra Chapecoense

Entre os clubes da Série A, apenas três não trocaram de técnico durante a competição, o Internacional, com Odair Hellmann, o Cruzeiro com Mano Menezes e o Grêmio, com Renato Gaúcho.

O técnico demitido fez questão de agradecer e também demonstrar compreensão com a decisão tomada pelos diretores.

Leia também: Saída de José Mourinho do Manchester United é cogitada na mídia britânica

“Eu, Paulo Cézar Carpegiani , agradeço ao Clube, funcionários, jogadores, direção, imprensa e a torcida pelo apoio durante esta passagem pelo Vitória. Não tenho nenhuma restrição à decisão tomada pelo Clube e entendo que sirva como uma grande motivação para a reta final do campeonato”, disse o treinador.

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.