undefined
Reprodução
Torcedor do Cruzeiro pisa em camisa do Boca Juniors

Como se não bastasse a polêmica partida de ida na Argentina e a expulsão de Dedé, um torcedor do Cruzeiro despertou a ira dos torcedores do Boca Juniors após pisar na camisa do clube em um programa de televisão.

Leia também: CBF define mandos da final da Copa do Brasil; Corinthians decide em casa

O torcedor do Cruzeiro , Rodrigo Genta , que inclusive já trabalhou no clube, usou como justificativa para sua atitude o tratamento recebido pelos brasileiros por parte dos argentinos.

O vídeo rapidamente viralizou na internet, e fez Rodrigo ser atacado tanto por torcedores do Boca, quanto do Cruzeiro, que reprovaram o ato do cruzeirense.

Até Alex, ex-meia e ídolo da Raposa, se posicionou contra a atitude do torcedor.

Por meio de nota, o Cruzeiro repudiou o vídeo dizendo quem Rodrigo “É uma figura conhecida entre os torcedores por promover ataques gratuitos contra a atual direção do Cruzeiro, e é persona non grata no clube”.

Leia também: Cruzeiro pede investigação da Conmebol após "roubo" em expulsão de Dedé

Confira a nota do Cruzeiro

"O Cruzeiro Esporte Clube vem a público lamentar profundamente o infeliz ato do jornalista Rodrigo Genta, que em um programa de TV desrespeitou de forma absurda e irreparável o nosso adversário desta noite ao pisar em uma camisa do Boca Juniors, uma das mais respeitadas e vitoriosas do mundo, tal qual a nossa.

Ressaltamos que o autor da ação descabida e desprovida de noção não possui qualquer vínculo com o Clube e que é uma figura conhecida entre os torcedores por promover ataques gratuitos contra a atual direção do Cruzeiro.

Ex-funcionário, demitido há anos, Rodrigo Genta acionou o Cruzeiro na Justiça e hoje é persona non grata no Clube.

O Cruzeiro informa que não compactua com o infeliz ato isolado citado e com nenhum tipo de ação que falte com respeito ao Boca Juniors ou a qualquer outro adversário. Em tempos de descrença e disseminação de ódio, o respeito e a boa educação devem estar acima de qualquer premissa.

Entendemos que o futebol, uma das grandes paixões do povo, deve ser tratado de forma séria, mas como diversão. E que os jogos devem ser decididos com justiça e lisura, se restringindo apenas ao que acontece dentro das quatro linhas.

Aproveitamos, também, para ressaltar que fomos muito bem tratados pela diretoria e funcionários do Boca Juniors quando estivemos na Argentina, no jogo de ida, e que a boa reciprocidade será aplicada no estádio Mineirão", finalizou o clube.

Leia também: Libertadores 2019: VAR nas oitavas e prêmio de 22 milhões de dólares ao campeão

A atitude do torcedor do Cruzeiro  deve acirrar mais ainda os ânimos para o jogo de volta das quartas de final, que acontece nesta quinta-feira (04), às 21h45, no Mineirão.

    Leia tudo sobre: Futebol

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários