Tamanho do texto

As boas defesas de Vanderlei e Marcelo Grohe ajudaram o placar de 0 a 0. Santos reclamou de pênalti não marcado de Geromel no atacante Rodrygo

Vanderlei fez boa defesa no jogo entre Santos e Grêmio no Pacaembu
Reprodução/ Twitter Santos
Vanderlei fez boa defesa no jogo entre Santos e Grêmio no Pacaembu

Na volta do Santos ao Pacaembu, depois da  eliminação na Libertadores para o Independiente da Argentina, o time da vila empatou com o Grêmio em 0 a 0, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro .

Apesar de jogar desfalcado, os primeiros minutos de jogo foram do Grêmio. Alisson mostrou sua habilidade em boa jogada pela esquerda, mas não teve continuidade. Após os 10 minutos de partida, o Santos cresceu e teve alguns chances com Rodrygo e Gabigol.

Um dos melhores lances inclusive envolveu o artilheiro do Brasileirão. Em ótima jogada no ataque Santista, Gabigol chutou forte no canto e Grohe fez bela defesa. Na última oportunidade do primeiro tempo, em escanteio do Grêmio, Vanderlei também fez linda defesa em chute de Bressan.

Leia também: Ex-Palmeiras, Cristaldo revela que enfrentou depressão e pensou em suicídio

No segundo tempo o nível de futebol permaneceu o mesmo. O Santos tinha mais a posse de bola, mas não conseguia efetivar seu ataque. Os visitantes também assustaram. No lance mais polêmico do jogo, Geromel acertou Rodrygo dentro da área, mas o árbitro deixou o lance seguir. Nos 22ºC de São Paulo, Renato Gaúcho protagonizou uma cena diferente: aproveitou o frio e tomou um cafézinho enquanto assistia ao jogo.

Focado no Gre-Nal do fim de semana, o Grêmio encosta no Flamengo na tabela de classificação com 41 pontos, em quinto lugar. Já o Santos continua sua campanha de reação no Campeonato Brasileiro e se distancia da zona de rebaixamento indo a 28 pontos, na nona colocação. O time está há quatro jogos sem perder e tem um jogo a menos do que os demais.

Problemas internos no Santos

Conselheiros votarão o possível impeachment de Peres na próxima segunda-feira (10)
Reprodução / Santos
Conselheiros votarão o possível impeachment de Peres na próxima segunda-feira (10)

Depois do ‘caso Sanchez’ na Libertadores, o Santos tem enfrentado muita turbulência nos bastidores. Com a saída do funcionário responsável pela inscrição de jogadores na competição continental, o presidente José Carlos Peres foi acusado de ter conhecimento prévio da situação. Até o técnico Cuca chegou a dizer em entrevista coletiva que o Santos precisava 'melhorar muito profissionalmente'.

Essa semana, a  Comissão de Inquérito e Sindicância do Conselho Deliberativo do Santos enviou aos conselheiros dois pareceres sobre as denúncias e defesa no processo de impeachment do presidente Peres. Na próxima segunda-feira (10), a partir das 20 horas, no Estádio Urbano Caldeira, os 301 conselheiros do  Santos estarão reunidos para aprovar ou não os pareceres apresentados pela Comissão de Inquérito e Sindicância.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.