Tamanho do texto

Centroavante ex-Santos fez a diferença em duelo de alvinegros que foi equilibrado em grande parte dos 90 minutos

O Altético Mineiro recebeu o Santos na manhã deste domingo pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro , na Estádio Independência, em Belo Horizonte e venceu por 3 a 1. Assim o Galo chega aos 30 pontos e assume a quarta colocação, já o Peixe permanece com 18 e poderá voltar à zona de rebaixamento após o fim da rodada.

Leia também: Confira como está a tabela atualizada do Campeonato Brasileiro

Ricardo Oliveira fez dois gols pelo Atlético Mineiro e foi o diferencial na vitória contra o Santos por 3 a 1
Bruno Cantini / Atlético
Ricardo Oliveira fez dois gols pelo Atlético Mineiro e foi o diferencial na vitória contra o Santos por 3 a 1

Os gols do Atlético Mineiro foram marcados por Elias, ainda no primeiro tempo, e por Ricardo Oliveira duas vezes, na etapa final. O Santos descontou com Gabriel, também no tempo inicial.

Apesar do resultado, o jogo foi muito equilibrado e a equipe santista foi melhor em muitos momentos. O Galo, por sua vez, quando conseguiu impor seu ritmo assustou mais e conseguiu construir o resultado. No fim, o artilheiro Ricardo Oliveira sacramentou o resultado em ótima jogada feita por Luan.

O time mineiro voltará a campo pelo Brasileirão no próximo fim de semana, diante do Botafogo, fora de casa. Já o paulista enfrenta o Cruzeiro na quarta-feira pelas quartas de final da Copa do Brasil (perdeu o primeiro jogo por 1 x 0) e pelo Brasileiro enfrenta o Sport, na Vila Belmiro, no fim de semana que vem.

Como foi Atlético Mineiro 3 x 1 Santos

Gabriel tentou, mas não conseguiu evitar a derrota do Santos para o Atlético Mineiro
Pedro Ernesto Guerra Azevedo / Santos FC
Gabriel tentou, mas não conseguiu evitar a derrota do Santos para o Atlético Mineiro

O Atlético Mineiro começou melhor e foi pra cima. E após duas chegadas perigosas, aos sete minutos, Tomás Andrade roubou a bola no meio e passou para Elias. O volante, da entrada da área, livre, bateu com o pé direito no canto, sem chances para o Vanderlei e abriu o placar no Independência.

A equipe santista, no entanto, não sentiu o gol e melhorou na partida. Aos 12 minutos, Rodrygo, melhor do Santos no primeiro tempo, chegou bem e finalizou da entrada da área para boa defesa de Victor.

Nos minutos seguintes, só deu Peixe e aos 26 o time alvinegro empatou. Rodrygo novamente fez boa jogada, entrou na área e bateu. A bola desviou e sobrou para Bruno Henrique. O atacante, então, rolou para o lado e encontrou Gabriel, que finalizou forte para estufar as redes e deixar tudo igual no Horto.

Aos 33 minutos, Nathan recebeu de Tomás Andrade na entrada da área e bateu colocado, mas mandou para fora. A nova chance do Galo foi aos 42, quando Elias cruzou e Ricardo Oliveira ganhou no alto para cabecear e ver Vanderlei fazer linda defesa. A bola ainda explodiu no travessão e saiu.

A última chance da primeira etapa, no entanto, foi santista, aos 46 minutos. Após cruzamento, Emerson cortou, mas no rebote, da entrada da área, estava Dodô, que soltou uma bomba de primeira e assustou os torcedores e o goleiro Victor. Dois minutos depois o árbitro encerrou o primeiro tempo.

Leia também: Internacional oficializa a contratação do atacante Paolo Guerrero

Na etapa complementar, a primeira chance foi aos oito minutos. Ricardo Oliveira conseguiu desviar após cruzamento de Elias, mas a bola saiu pelo lado. Aos 11 minutos, foi a vez do Santos responder. Hulk errou passe na defesa e Rodrygo disparou em velocidade, invadiu a área, mas bateu em cima do Victor.

Aos 22, Chará fez boa jogada pela esquerda, tabelou com Ricardo Oliveira e chutou forte em busca do ângulo, mas a bola foi para fora. Três minutos mais tarde, Cazares fez o que quis pelo lado esquerdo na marcação de Victor Ferraz e cruzou.

No meio da área pareceu Ricardo Oliveira, que se antecipou de Luiz Felipe e cabeceou firme para o fundo do gol, sem chances para Vanderlei. O terceiro quase veio no lance seguinte, mas após cruzamento em busca de Oliveira, Lucas Veríssimo conseguiu cortar.

Após o segundo gol atleticano, a partida ficou muito paralisada para atendimentos médicos. Aos 45, Matheus Galdezani invadiu a área após contra-ataque muito rápido e chutou sem ângulo, mas Vanderlei defendeu.

Leia também: Ronaldo Fenômeno é internado às pressas com suspeita de pneumonia

No último minuto, a lei do ex entrou em ação novamente. Luan recuperou a bola em lateral mal cobrado do Santos e viu a movimentação de Ricardo Oliveira. Luan tocou para o camisa 9, que observou a saída de Vanderlei e finalizou com categoria para fazer o terceiro e matar o jogo. Final: Atlético Mineiro 3 x 1 Santos.

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.