Tamanho do texto

Contratado para a temporada de 2018, treinador disputou 44 jogos no comando do clube, com 27 vitórias, nove empates e oito derrotas

Roger Machado foi demitido do comando do Palmeiras
Cesar Greco/Ag Palmeiras
Roger Machado foi demitido do comando do Palmeiras

Roger Machado não é mais técnico do Palmeiras . A diretoria alviverde anunciou a demissão do treinador após a derrota para o Fluminense na noite desta quarta-feira, (26) pelo Campeonato Brasileiro. No mesmo comunicado, o clube disse que Wesley Carvalho, técnico do sub-20, vai assumir a equipe principal até a contratação de um novo profissional.

Leia também:Corinthians vence o Cruzeiro em Itaquera com dois gols de Romero

Anunciado em novembro de 2017, Roger Machado  assumiu o time no início desta temporada. Ao todo, comandou o Palmeiras em 44 jogos, com 27 vitórias, nove empates e oito derrotas. O técnico deixa o Palmeiras na sexta colocação do Brasileirão, com 23 pontos conquistados.

Ele também deixa o time nas oitavas de final da Libertadores e nas quartas de final da Copa do Brasil. No Campeonato Paulista, o Verdão foi vice-campeão, perdendo a final para o Corinthians na disputa de pênaltis.

A demissão de Roger Machado acontece um dia após Alexandre Mattos, diretor de futebol do Palmeiras, ter respaldado o trabalho do técnico. "É dando calma para ele, blindando ele. Temos confiança total no trabalho, os números são bons. Obviamente queríamos ser campeões paulistas, infelizmente não fomos. Queríamos estar melhor no Campeonato Brasileiro, talvez com três ou quatro pontos a mais. Agora tem que correr atrás, temos que fazer passagem de tabela superior", disse Mattos, em entrevista ao canal Fox Sports.

Leia também: Após título na Rússia, seleção francesa apresenta escudo com nova estrela

Logo após a partida diante do Fluminense, Roger participou normalmente da coletiva de imprensa e falou inclusive da pressão da torcida por resultados melhores. "Torcedor é passional. Respondo desde o começo do ano sobre a pressão de dirigir o Palmeiras. Não há nenhum problema sobre pressão, faz parte. A gente lida da melhor forma possível, sempre tentando fazer o melhor. Algumas vezes, quando você não consegue, a responsabilidade é toda do comando", disse o treinador.

Desde a saída de Cuca, após o título brasileiro de 2016, o Palmeiras já demitiu quatro técnicos. Contratado no início da temporada 2017, Eduardo Batista foi desligado após cinco meses no comando do clube. Recontratado, Cuca fez trabalho ruim e foi mandado embora após cinco meses. Então auxiliar, Alberto Valentim assumiu como treinador interino em outubro do ano passado, mas foi comunicado da vinda de Roger em novembro e só comandou o time até o final da temporada passada, pois não aceitou voltar para a função de auxiliar.

Leia o comunicado oficial do Palmeiras na íntegra

Em reunião após a derrota para o Fluminense na noite de ontem, a direção do Alviverde decidiu pelo desligamento do treinador.

Wesley Carvalho, técnico do sub-20, assume interinamente o comando da equipe até a chegada de um novo profissional.

A Sociedade Esportiva Palmeiras agradece ao treinador Roger Machado pelo serviço prestado e deseja sorte no decorrer de sua carreira.

    Leia tudo sobre: Futebol