Tamanho do texto

Entre os times paulistas, o Timão vendeu quatro titulares e lucrou menos que os rivais São Paulo e Palmeiras

Com quase R$ 13 milhões destinados a empresários, o Alvinegro ainda tem vendas não citadas no documento da Confederação
SÉRGIO BARZAGHI/GAZETA PRESS
Com quase R$ 13 milhões destinados a empresários, o Alvinegro ainda tem vendas não citadas no documento da Confederação

Um relatório feito pela Diretoria de Registro, Transferência e Licenciamento da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) divulgou os 25 clubes que mais pagaram comissão para empresários nas transferências realizadas entre abril de 2017 e março de 2018. O Corinthians lidera a lista com quase R$ 13 milhões gastos.

Leia também: Barcelona dá chapéu em Roma e anuncia contratação de Malcom

Os valores somados entre o segundo, terceiro e quarto colocado é equivalente aos números do Corinthians sozinho. Além disso, a diferença entre ele e o segundo, o São Paulo, ultrapassa os R$ 8 milhões.

Alguns jogadores foram negociados durante a data analisada, mas não entraram na lista. É o caso de Guilherme Arana, que foi negociado no começo do ano e não teve valores divulgados e o atacante Jô, que foi para o Japão em dezembro de 2017.

O documento ainda cita os agentes de quais jogadores foram beneficiados nas renovações de contrato e transferência . Confira todos os nomes dos  atletas do Timão: Cássio, Fagner, Clayson, Mantuan, Camacho, Gustavo, Léo Santos, Henrique, Lucca, Luidy, Juninho Capixaba, Marllon, Mateus Vital, Matheus Matias, Moisés, Paulo Roberto, Pedrinho, Ralf, Rodrigo Figueiredo, Júnior Dutra e Vinicius Del'Amore.

Leia também: Em rede social, torcedor zoa ''Mundial do Palmeiras'' e Galvão Bueno responde

Veja a lista completa dos times:

1º - Corinthians: R$ 12.880.282,56

2º - São Paulo: R$ 4.468.226,76

3º - Santos: R$ 4.022.681,10

4º - SC Internacional: R$ 3.651.366,66

5º - Cruzeiro: R$ 1.200.000,00

6º - Palmeiras: R$ 1.200.000,00

7º - Botafogo: R$ 1.014.500,00

8º - Fluminense: R$ 864.400,00

9º - Atlético-MG: R$ 813.288,15

10º - Chapecoense: R$ 770.000,00

11º - Atlético-PR: R$ 668.583,00

12º - Goiás: R$ 573.723,05

13º - Avaí: R$ 539.193,00

14º - Ponte Preta: R$ 524.500,00

15º - Bahia: R$ 493.450,00

16º - América-MG: R$ 442.000,00

17º - Coritiba: R$ 215.000,00

18º - Vasco: R$ 298.935,00

19º - Náutico: R$ 199.584,00

20º - Sport: R$ 190.300,00

21º - Figueirense FC/SC: R$ 160.000,00

22º - Ceará: R$ 60.000,00

23º - São Caetano: R$ 50.000,00

24º - Atlético-GO: R$ 20.000,00

25º - Mirassol: R$ 13.000,00

Leia também: Narrador Luis Roberto é acusado de copiar bordão de radialista

Vendas do Corinthians no ano de 2018:

O clube já negociou quatro títulares e lucrou apenas R$57,6 milhões  com as vendas de Balbuena, Sidcley, Maycon e Rodriguinho. Já os rivais Palmeiras e São Paulo lucraram 110,6 milhões e R$ 61,8 milhões, respectivamente com saídas dos atletas. O Corinthians também emprestou sem custos o lateral Juninho Capixaba, Kazim  e Léo Príncipe.

    Leia tudo sobre: Futebol