Tamanho do texto

Timão segura a pressão dos argentinos e faz 1x0 com gol de Jadson de cabeça; com sete pontos, time de Fábio Carille é líder isolado do Grupo 7

O Corinthians segue em boa fase e terminou o primeiro turno da Copa Libertadores da América na liderança de seu grupo. O Timão derrotou o Independiente pelo placar de 1x0 em Avellaneda, na Argentina, na noite desta quarta-feira (18). O gol da partida foi marcado pelo meia Jadson.

Leia também: "Copa do Mundo sem mim não seria uma Copa do Mundo", garante Ibrahimovic

Jadson foi o autor do único gol do Corinthians contra o Independiente
Divulgação
Jadson foi o autor do único gol do Corinthians contra o Independiente

Com o resultado, o Corinthians chega aos sete pontos e se isola na liderança do Grupo 7 da Libertadores. O Independiente segue com três pontos e é o terceiro colocado do grupo, empatado com o lanterna Deportivo Lara. O Millonarios, com quatro pontos, é o vice-líder do grupo.

O jogo

Embalado pelo título no Campeonato Paulista e pela estreia com vitória no Campeonato Brasileiro, o Corinthians precisava apenas do empate na Argentina para se manter na liderança do grupo. Jogando no seu estilo característico, o time de Fábio Carille iniciou o jogo bem postado na defesa e esperando uma oportunidade de contra ataque.

Leia também: Presidente da Uefa diz ter medo de "escândalo" com uso do VAR na Copa 


Acuado pela pressão adversária no início do jogo, o Timão começou a se soltar à partir dos 13 minutos de jogo, quando chegou na área do Independiente com Romero em contra ataque armado pela direita. Aos 18, os argentinos tiveram grande chance em tiro cruzado de Silvio Romero, que raspou a trave de Cássio.

O jogo se equilibrou de vez e, aos 25, Clayson assustou o goleiro Campana com chute perigoso da entrada da área, mas a bola desviou em Figal e saiu pela linha de fundo. Na retomada de bola, os argentinos armaram contra ataque e Verón bateu rasteiro de dentro da área. A bola desviou em Fagner e Cássio, que já havia caido para o outro lado, conseguiu colocar os pés na bola.

O lá e cá voltou aparecer aos 34 minutos. Primeiro, Rodriguinho fez lançamento primoroso para Romero, que recebeu absolutamente sozinho no meio do campo e avançou em direção à grande área, mas acabou batendo fraco nas mãos de Campana. Na sequência, Cássio fez desvio primordial em cruzamento de Manéndez, evitando o gol do Independiente.

A última chance de um grande primeiro tempo, marcado pelo equilibrio e pelas poucas faltas, foi da equipe brasileira. Em novo contra ataque comandando por Rodriguinho, o camisa 26 achou Clayson sozinho na esquerda da grande área, mas o atacante teve dificuldade no domínio e acabou travado.

A segunda etapa começou num ritmo bem mais lento, com o Corinthians ficando um pouco mais com a bola.  Com o controle do jogo, a equipe de Fábio Carille trabalhava a bola no campo de ataque, mas não conseguia assustar o goleiro Campana.

Com menos ímpeto ofensivo, o Independiente demorou 25 minutos para ter sua primeira chance na segunda etapa: após cruzamento da direita, Meza dominou na marca do pênalti e bateu firme para o gol, mas Balbuena conseguiu desviar a bola para escanteio. No minuto seguinte, Carille fez sua primeira mudança, colocando Mateus Vital na vaga de Clayson.

O jogo seguia com o mesmo ritmo, e o Independiente abusava dos cruzamentos para a área. Paciente, o Corinthians seguia rodando a bola no campo adversário até que, aos 35 minutos, Romero recebeu na ponta esquerda e tocou atrás para Mateus Vital. O meia cruzou para a grande área e encontrou Jadson, que, mesmo baixinho, antecipou o marcador com inteligência e tocou de cabeça para abrir o placar.

Logo após balançar as redes, o camisa 10 deixou o gramado para a entrada de Marquinhos Gabriel. Aos 40 minutos, o Independiente até fez o seu gol com Silvio Romero, mas a arbitragem marcou impedimento do atacante argentino, que estava em posição legal.

Após o susto, a equipe brasileira voltou a se organizar no campo de defesa e conseguiu segurar a pressão do time da casa e garantir os três pontos e a liderança do grupo. 

O próximo compromisso do Timão pela Libertadores será diante do próprio Independiente, na Arena Corinthians , no dia 2 de maio.