Tamanho do texto

Cabeças de chave número 1, Larcelo Melo e Lukasz Kubot não passou pelos norte-americanos Steve Johnson e Sam Querrey. Dupla defendia o título

Marcelo Melo e Lukasz Kubot foram eliminados nesta sexta-feira (23), na estreia no Masters 1000 de Miami , nos Estados Unidos. A dupla - cabeça de chave número 1 e campeã no ano passado - não passou pelos norte-americanos Steve Johnson e Sam Querrey, que marcaram 2 sets a 0, parciais de 6/4 e 7/6(7-0), em 1h16min.

Leia também: Marcelo Melo soma 50 semanas no topo do ranking individual de duplas

Marcelo Melo soma 50 semanas no topo do ranking individual de duplas
Joao Pires / Fotojump
Marcelo Melo soma 50 semanas no topo do ranking individual de duplas

"Foi um dos melhores jogos que fizemos este ano. Mais uma vez decidido nos detalhes. Infelizmente, não veio para o nosso lado. Temos que seguir treinando duro, para continuar jogando desta maneira. Assim, com certeza, os resultados virão”, explicou Marcelo Melo .

No primeiro set, os norte-americanos conseguiram o break e abriram a vantagem no sétimo game, após Melo e Kubot terem tudo para confirmar o seu serviço. Johnson e Querrey fizeram então 4/3, abriram 5/3, para fechar a série em 6/4, após 31 minutos.

Leia também: O drama de Genie Bouchard, a bela do tênis que vem perdendo patrocinadores

Já no segundo set, os norte-americanos quebraram no quinto game e quando parecia que iam repetir a série inicial, Melo e Kubot conseguiram o break e empataram em 5/5, dando início a uma reação em busca da virada. Mas, a definição foi para o tie-break e os adversários marcaram 7-0, comemorando a vitória por 7/6 e a vaga nas oitavas de final. 

50 semanas no topo

Na atualização do ranking mundial individual de duplas da ATP divulgada nesta segunda-feira, Melo e Kubot mantiveram a liderança e, com isso, Marcelo alcançou a marca de 50 semanas no topo ao longo da carreira. Eles somam 8.960 pontos contra 6.520 de Henri Kontinen, em terceiro, e John Peers, em quarto.

Leia também: Serena Williams é a única mulher no Top 100 dos atletas mais bem pagos do mundo

Neste ano, Melo passou a ser o tenista brasileiro com maior número de semanas no topo do ranking e, também, o recordista brasileiro em número de títulos da ATP, com 29. Desde que voltou ao primeiro lugar do mundo, em novembro, encerrando 2017 como número 1, está há 24 semanas como líder (13 no ano passado e 11 em 2018). Antes, ele ocupou a liderança pela primeira vez em 2015, por 22 semanas, também virando o ano na frente, e voltou ao primeiro lugar por mais quatro semanas a partir de maio de 2016.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.