Tamanho do texto

Artilheiro do Vasco ao lado de Romário em 2006, ex-jogador mora embaixo de marquise em Bonsucesso. Valdiram anotou 7 gols na Copa do Brasil

Em pouco mais de 10 anos, Valdiram deixou de ter seu nome cantado nas arquibancadas do Maracanã para morar sob a marquise de um restaurante falido em Bonsucesso , na zona norte do Rio de Janeiro . Em 2006, o acatante fazia dupla com Romário e foi artilheiro do  Vasco na Copa do Brasil. Em 2018, divide a rua com outros três homens para se proteger da chuva.

Leia também: Ex-artilheiro do Vasco tenta se reerguer na luta contra as drogas

Valdiram treinando pelo Vasco em 2006
Divulgação/wscom
Valdiram treinando pelo Vasco em 2006

Em entrevista para o jornal O Globo , Valdiram declarou, junto com lágrimas, que está pagando muito caro pelas escolhas que fez na época de jogador. Mesmo com o vice-campeonato da Copa do Brasil pelo Vasco , a sua passagem pelo clube foi marcada mais pelos problemas fora dos gramados do que pelos gols anotados.

Mesmo vivendo seu melhor momento no futebol, Valdiram não conseguiu se separar da vida noturna, do álcool e das drogas. Por isso, foi dispensado do cruz-maltino em fevreiro de 2007 e nunca voltou a atuar em um clube de grande porte no país.

Em 2011, o atacante assumiu seu vício em bebida e resolveu se tratar. Se internou em uma clínica de reabilitação para dependentes de álcool e drogas. Assim, recebeu outro voto de confiança que poderia ter ser decisivo em sua carreira, dessa vez no Duque de Caxias. Entretanto, ele não conseguiu superar a dependência.

"Sei que quando estou embriagado perco a noção de muitas coisas e o autocontrole", disse o atacante na época. 

Leia também: Fotos íntimas de jogador com presidente do time vazam e revelam escândalo sexual

Em 2016, recebeu um apoio de um velho conhecido para tentar dar a volta por cima. Depois de se recuperar de uma cirurgia no joelho, virou pastor em uma igreja evangélica e começou a treinar nas categorias de base do Cruzmaltino, graças a ajuda de Eurico Miranda. Ele tinha a meta de voltar a atuar no clube ainda naquele ano. Porém, segundo o atacante, o presidente do Vasco nunca cumpriu o que prometeu.

Carreira

Valdiram passou por 17 clubes entre 2007 e 2011, uma média de mais de três times por ano. Em nenhum deles conseguiu se manter por muito tempo, anotando apenas quatro gols em todo esse período. Aos poucos, as portas no mundo do futebol foram se fechando.

O último clube de Valdiram foi o Atlântico, da Bahia, no ano passado. Após um desentendimento com o treinador, viajou para São Paulo para tentar encontrar uma irmã. Entretanto, não teve a recepção que esperava, mas ela conseguiu arrumar uma ponte aérea para ele tentar a sorte no Rio. 

Leia também: Real Madrid investiga vida de Neymar e encontra três impasses

O ex-atacante do Vasco ainda tentou uma oportunidade no Bonsucesso, clube onde teve boa passagem no início da carreira. Entretanto, o que se comenta no clube é que Valdiram furtou companheiros de elenco e funcionários.

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.