Tamanho do texto

Nenê, de pênalti, fez o único gol da partida e seu primeiro pelo clube do Morumbi; Dorival promove a estreia de Tréllez e reestreia de Hudson

O São Paulo finalmente conseguiu engatar três vitórias seguidas na temporada de 2018. Após superar Madureira e Botafogo-SP, o Tricolor venceu o Bragantino pelo placar de 1 a 0 na noite desta quarta-feira (7) em partida disputada no Morumbi pelo Campeonato Paulista. 

Nenê comemora o primeiro gol com a camisa do São Paulo
Reprodução
Nenê comemora o primeiro gol com a camisa do São Paulo

O único gol da partida foi marcado pelo meia Nenê, uma das contratações mais badaladas do time para a temporada, em cobrança de pênalti. Essa foi a primeira vez que ex-jogador do Vasco balançou as redes pelo novo clube. O atacante Tréllez, ex-Vitória, entrou no final da partida e fez sua estreia pelo time paulista.

Leia também: Mercado da bola: confira as contratações e perdas dos clubes do Brasileirão

Com a vitória, o Tricolor vai a dez pontos e se isola na liderança do Grupo B da Paulistão . Com sete pontos conquistados, o Bragantino segue na segunda colocação do Grupo A, mas pode ser ultrapassado pelo Ituano, que joga no próximo sábado.

O jogo

Precisando do resultado dentro de casa para ganhar confiança, o São Paulo conseguiu balançar as redes logo em sua primeira investida ofensiva. Diego Souza fez belo pivô da intermediária e conseguiu boa enfiada de bola para Nenê na esquerda da grande área. O meia chegou antes da marcação e foi derrubado por Ewerton. A arbitragem marcou pênalti e o próprio camisa 7 foi para a cobrança e venceu o goleiro Alex Alves com uma batida seca no canto direito. Esse foi o primeiro gol do ex-vascaíno com camisa do Tricolor.

Acostumado a se defender diantes dos times grandes, o Bragantino foi pego de surpresa com o gol do São Paulo e não conseguia encontrar uma maneira de agredir a equipe da capital. O Tricolor, por sua vez, tomou conta da partida e optou por diminuir o ritmo do jogo, tocando a bola no campo de ataque e rondando o gol adversário.

A próxima boa chance veio apenas aos 27 minutos de jogo, quando Jucilei descolou lançamento magistrar do campo de defesa e encontrou Marcos Guilherme dentro da área. O meia ficou cara a cara com Alex Alves, mas bateu em cima do goleiro, que teve reflexo para espalmar a bola. A partida seguiu em ritmo morno e o São Paulo só assutou novamente aos 40 minutos, em cobrança de falta de Cueva defendida por Alex Alves.

Leia também: Torcedores do Palmeiras pedem indenização por chuva no Allianz Parque

Na segunda etapa, o jogo seguiu no mesmo ritmo. Apático, o Bragantino não mostrava forças para reagir. Um chute Léo Jaime em cima do goleiro Sidão aos oito minutos foi a primeira finalização da equipe de Bragança em direção ao gol adversário.

Apesar do controle do jogo, o São Paulo também fazia uma partida pouco inspirada. Jucilei e Nenê se destacavam com bons passes, mas as jogadas acabavam morrendo nos pés de Marcos Guilherme e Cueva, que faziam um jogo ruim.

Aos 25, o Bragantino voltou a assustar em cabeçada de Matheus Peixoto, mas Sidão apareceu de novo para evitar o empate dos visitantes. Aos 29 minutos, Dorival Júnior promoveu a estreia do atacante Tréllez, que se destacou no Campeonato Brasileiro do ano passado jogando pelo Vitória. Hudson, que estava emprestado ao Cruzeiro e voltou ao Tricolor nesta temporada, também fez sua reestreia pelo time do Morumbi.

Os últimos minutos da partida se arrastaram e as duas equipes não conseguiam armar jogadas perigosas. Com o resultado positivo, o São Paulo gastava tempo. Nervoso, o Bragantino abusava de faltas no meio de campo e não mostrava alternativas para agredir a defesa do adversário. Apesar de não ter feito uma boa partida, o time da casa conseguiu a vitória magra e garantiu mais três pontos no Paulistão.

    Leia tudo sobre: Futebol

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.