Tamanho do texto

Inspirado por Alexis Sánchez e celebrando o dia do músico, o iG listou dez jogadores de futebol que mostraram seus talentos musicais

Alexis Sánchez toca piano durante apresentação no Manchester United
Twitter/Reprodução
Alexis Sánchez toca piano durante apresentação no Manchester United

No começo de 2018, o Manchester United anunciou o chileno Alexis Sánchez como a sua mais nova contratação. Para isso, o clube inglês postou um vídeo em suas redes sociais em que o atacante mostra seu talento musical tocando "Glory, Glory, Man United", uma das canções da torcida do clube. 

Leia também: Alexis Sánchez é confirmado no Manchester United com belo vídeo; assista

E você sabia que 22 de novembro é dia do músico aqui no Brasil? Inspirado pela iniciativa do United e para celebrar a data, veja uma lista de 10 jogadores que mostraram seus talentos musicais.

A lista contém atletas brasileiros e estrangeiros, de diversas épocas. Os gêneros musicais incluem rap, rock, samba, hino de clube, e até pagode gospel. Veja os vídeos:

Brasileiros

Jucilei

Há quem diga que a apresentação de Alexis Sánchez foi inspirada na de volante do São Paulo. Há dois meses, o jogador foi contratado em definitivo pelo Tricolor. Para divulgar o fato, o time paulista gravou uma entrevista com o atleta. Durante a gravação, Jucilei aproveitou para mostrar sua habilidade no saxofone, tocando o hino do clube.

Júnior

O jogador brasileiro que mais vendeu cópias de discos foi o lateral Júnior. Seu maior hit foi a música "Povo Feliz", que ficou mais conhecia como "Voa Canarinho". O ex-atleta do Flamengo, lançou a obra para embalar a Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 1982, enquanto ainda atuava dentro das quatro linhas. A gravação conseguiu ganhar um disco de platina, vendendo 726 mil cópias. Com apenas um mês e meio do lançamento, já havia atingido a marca de 300 mil unidades. O lado B do compacto tinha a música "Pagode da Seleção", que não conseguiu tanta repercussão.




Pelé

O Rei do Futebol foi um dos atletas que mais lançou canções. Ao todo, foram mais de 120 músicas escritas, inclusive obras infantis. Uma dessas acabou se tornando a mais conhecida. O hit "ABC" foi lançada inicialmente como "ABC do Bicho-Papão" em 1987. Anos mais tarde, ganhou uma versão para o Ministério da Educação (MEC), que ganhou repercussão nacional.


Ronaldinho

Recentemente, o bruxo anunciou sua aposentadoria oficial dos gramados. Mesmo sem atuar em jogos oficiais, o meia ainda não havia feito um comunicado oficial e estava aberto a propostas. Com as chuteiras penduradas, rumores dizem que o atleta pode se envolver ainda mais com sua outra paixão: a música. 

Ronaldinho já se arriscou na música e fez duas parcerias com Dennis DJ. A primeira foi "Vamos Beber", que contou com a participação da dupla João Lucas & Marcelo. Depois, o craque lançou "Professor da Malandragem", com participação de Wesley Safadão.







Zico

O maior ídolo da história do Flamengo também fez a sua participação na indústria fonográfica. Ao lado do cantor Fagner, o Galinho de Quintino gravou "Batuque de Praia", uma canção de carnaval que mostra toda a voz do meia. O single foi lançado em 1982, no ano seguinte do título mundial do clube rubro-negro.

Marcelinho Carioca

O ídolo da nação corintiana tentou se dedicar a música após pendurar as chuteiras. Para isso, criou um grupo de pagode gospel chamado Divina Inspiração. Sim, pagode gospel. O quinteto se apresentou em alguns programas televisivos, mas não chegou a implacar nenhum grande sucesso.




Leia também: Uefa aprova contratações de Neymar e Mbappé dentro do fair play financeiro

Gringos

Petr Cech

O goleiro do Arsenal fez sucesso nas redes sociais tocando bateria. O atleta tem uma amizade próxima com Roger Taylor, o baterista do Queen. Os dois se conheceram durante um voo, quando conversaram sobre suas paixões com o instrumento. O jogador tem uma banda na República Tcheca chamada Eddie Stoilow. Mesmo fazendo shows eventualmente, Cech não vê a música como profissão, apenas como passatempo.

Em uma ação do clube ingles, o goleiro se uniu ao próprio Alexis Sanches em uma campanha de natal.

Alexi Lalas

O ex-astro da MLS e da seleção americana foi um dos jogadores que levaram a carreira de músico a sério. O zagueiro da copa de 94 já lançou três álbuns e até fez uma turnê, abrindo os shows da banda Hootie and the Blowfish.

Paul Gascoigne

O inglês chegou a atuar por grandes clubes do país na década de 90, incluve participando de 57 partidas pela seleção principal. Mesmo assim, conseguiu ter muito destaque na música. O meia chegou a ter a segunda canção mais ouvida no país com o hit "Fog of the Tyne".

Clint Dempsey

O atacante do Seattle Souders também se aventurou no rap. O americano foi eleito o jorgador da temporada 2011/12 da Premier League e é o segundo maior artilheiro da seleção nacional, onde já participou 131 partidas. Com o sucesso e o reconhecimento, Dempsey participou de diversas músicas com rappers conhecidos e soltou as suas rimas. No entanto, nenhuma das canções obtiveram tanto sucesso.


Leia também: Manchester United lidera ranking dos clubes com maior receita; veja lista

De todos os jogadores  acima, qual tem o maior telento para engrenar uma carreira musical?

    Leia tudo sobre: Futebol