Tamanho do texto

Jovem volante do clube catarinense estava afastado por licença médica e lutava contra um tumor no cérebro, mas não resistiu à complicações

Renanzinho, jogador do Avaí
Reprodução
Renanzinho, jogador do Avaí

O futebol brasileiro está de luto. Na manhã desta quinta-feira (21), Renan Martins Pereira, o Renanzinho, faleceu em Florianópolis. Volante do Avaí , o jovem de 20 anos de idade foi vítima de complicações de um tumor no cérebro. Atleta do time catarinense desde 2013, quando chegou às categorias de base do clube, o jogador de Rondônia descobriu o problema em 2016.

LEIA TAMBÉM: Neymar se diz 'mais vivido e cascudo' para a disputa da Copa de 2018

Local da cidade de Ariquemes, o jogador teve destaque na Copa São Paulo e aos 17 anos se profissionalizou no time principal do Avaí. Desde a descoberta, vinha lutando contra o tumor e chegou a ser afastado por licença médica, utilizando do plano de saúde oferecido para funcionários do clube. Este ainda, chegou a disponibilizar R$ 200 mil para a aquisição de um imóvel para a família.

LEIA TAMBÉM: Gabriel Jesus relembra partida em que ameaçaram quebrar suas pernas na várzea

No Twitter, o Avaí lamentou a morte do atleta, que tinha vínculo com o clube até o final de 2018. "Morreu na manhã de hoje o volante Renanzinho (Renan Pereira), 20 anos, atleta do Avaí, em decorrência de complicações de um tumor no cérebro, descoberto há dois anos. A família vai definir local do velório e enterro. Vá em paz, Renanzinho!", escreveu.

LEIA TAMBÉM: Jogador decide deixar clube após acusar companheiro de assediar sua mulher

Solidariedade alvinegra

Rivalidades à parte, o Figueirense se solidarizou com a morte do jogador de seu principal adversário de Florianópolis . "O Figueirense Futebol Clube se solidariza com a família do atleta Renanzinho e pede que Deus dê a serenidade e a calma necessárias em um momento tão difícil. Fique com Deus, garoto!".

Clique e baixe o 365Scores para ter resultados, dados, notícias, tempo real, vídeos e muito mais


    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.