Tamanho do texto

Maior artilheiro de seu país, Rooney voltou a ser convocado pelo técnico Gareth Southgate, mas recusou chamada e anunciou sua despedida

119 jogos e 53 gols, é assim que o atacante Wayne Rooney se despede da seleção inglesa de futebol. Maior artilheiro do English Team , o jogador do Everton surpreendeu a todos nesta manhã de quarta-feira e anunciou sua aposentadoria da Inglaterra .

Leia também: Antonio Conte pode deixar o Chelsea para dar lugar a treinador alemão

Rooney havia sido convocado pelo treinador Gareth Southgate para os jogos contra Malta e Eslováquia pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo, em setembro. O jogador de 31 anos, no entanto, recusou a chamada e divulgou em seu site oficial o anúncio da aposentadoria da seleção inglesa.

Aos 31 anos, Wayne Rooney anunciou aposentadoria da seleção inglesa de futebol
Divulgação/TheFa
Aos 31 anos, Wayne Rooney anunciou aposentadoria da seleção inglesa de futebol

"Foi ótimo que Gareth Southgate tenha me chamado esta semana e dito que me queria de volta no elenco da Inglaterra para as próximas partidas. Eu realmente agradeço. No entanto, tendo pensado bastante, disse a Gareth que eu havia decidido me aposentar do futebol internacional. Foi uma decisão difícil, discuti isso com minha família, meu treinador no Everton e com aqueles mais próximos de mim", disse o artilheiro.

A história de Rooney com a seleção dos Três Leões começou em 2003, quando ele tinha 17 anos. Foram 14 anos defendendo as cores da Inglaterra e nenhum título conquistado. Essa, inclusive, é a maior frustração do jogador nesta despedida.

"Serei sempre um torcedor apaixonado da Inglaterra. Um dos meus poucos arrependimentos foi não ter conquistado títulos com a Inglaterra. Espero que os ótimos jogadores que Gareth vai convocar possam levar essa ambição adiante e abraçar o time. Um dia, o sonho se tornará realidade. E eu não vejo a hora de estar lá como um torcedor - ou em qualquer outra função", continuou.

Leia também: Sem resposta do Liverpool por Coutinho, Barcelona mira em Di María

"Jogar pela Inglaterra sempre foi especial para mim. Toda vez em que eu era selecionado como jogador ou capitão foi um real privilégio, e eu agradeço a todos que me ajudaram. Mas acredito que essa seja a hora de parar. Deixar o Manchester United foi uma escolha difícil, mas eu sei que tomei a decisão certa em vir para o Everton. Agora quero focar todas as minhas energias em ajudá-los a ter sucesso", concluiu.

Homenagem

O perfil da seleção inglesa no Twitter agradeceu o atacante: "53 gols. 119 jogos. Para sempre uma lenda dos #threelions (três leões, na tradução livre). Obrigado, Wayne Rooney." Outros companheiros também agradeceram ao atacante.

Leia também: Justiça brasileira decreta prisão do ex-jogador e pentacampeão Roberto Carlos

Rooney participou de três Copas do Mundo e se tornou o segundo jogador com mais convocações para o English Team, ficando atrás somente do goleiro Peter Shilton, convocado 125 vezes. Além de ser o maior artilheiro de seu país, ele foi eleito o Jogador Inglês do Ano em quatro temporadas: 2008, 2009, 2014 e 2015.

    Leia tudo sobre: futebol

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.