Tamanho do texto

Jovem francês parou de treinar e deseja sair, mas clube alemão só irá liberá-lo caso o interessado pague o valor desejado, que ultrapassa € 100 milhões

O presidente do Borussia Dortmund , Hans-Joachim Watzke, culpou o Barcelona pela indisciplina do jovem francês Ousmane Dembélé, que não tem treinado há dias. O atacante tem sido especulado como novo reforço da equipe da Catalunha e o mandatário não gosta da forma como o processo está sendo conduzido.

Leia também: Manchester United goleia Swansea na abertura da segunda rodada do Inglês

"Alguém acredita que um jogador diz ao seu clube 'agora não treino' sem a cumplicidade de outro clube?", questionou o mandatário em entrevista a Sky Sports. Ele ainda admitiu que houve conversas com representantes do Barcelona sobre a possível negociação de Dembélé , por conta do respeito que um clube deve ter com outro.

Ousmane Dembélé parou de treinar e deseja sair do Borussia Dortmund
Divulgação
Ousmane Dembélé parou de treinar e deseja sair do Borussia Dortmund

"O fato é que nos despedimos sem nenhum acordo e com posições distintas. Mas de uma forma totalmente inesperada, (Dembélé) faltou ao treino dia seguinte", continuou Watzke.

"O Barcelona pagará o que queremos. Querem um jogador que tem mais quatro anos de contrato. Acabaram de receber 222 milhões de euros (por Neymar) e nós mantemos as nossas exigências", falou ainda, se referindo ao que seria a multa rescisória em outros países, já que na Alemanha isso não existe.

Leia também: Mané fura defesa do Crystal Palace e Liverpool vence a primeira no Inglês

Caso não haja acordo, o Borussia Dortmund deve reintegrar o jogador, mas ressaltando que ele terá que "assumir as responsabilidades e se desculpar com os jogadores e o clube".

O diretor do clube alemão, Michael Zorc, já havia dito, também a Sky Sports, que a saída não será dificultada, basta o Barça pagar a quantia pedida.

“Há uma posição muito clara. Sabemos que o jogador e seu agente estão em contato com o Barcelona. Se o clube cumprir com as nossas exigências, Dembélé será vendido nesta janela, se não quiserem pagar, ele ficará aqui no Dortmund. Não esperaremos até o último dia para resolver estes assuntos”, falou.

Leia também: Buffon pega pênalti e Juventus vence Cagliari na abertura do Campeonato Italiano

O valor é alto!

A última proposta oficial realizada pelo Barcelona por Dembélé foi de 100 milhões de euros (aproximadamente R$ 370 milhões). O Dortmund, no entanto, se recusou a negociar o jogador por esse valor.

    Leia tudo sobre: futebol

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.