Tamanho do texto

Meia do Flamengo foi diagnosticado com tumor no testículo e terá que passar por cirurgia. Clubes como Santos e Fluminense escreveram para ele

Ederson jogou pela Lazio entre 2012 e 2015, quando se transferiu para o Flamengo
Ansa
Ederson jogou pela Lazio entre 2012 e 2015, quando se transferiu para o Flamengo

A Lazio, assim como o Lyon, e outros clubes brasileiros usaram suas redes sociais nesta terça-feira para enviarem mensagens de apoio ao meio-campista Ederson, do Flamengo, que foi diagnosticado com tumor no testículo após realizar exames por testar positivo em dois testes antidoping .

"Em campo você nunca fraquejou, estamos certos de que não o fará nem agora. Força, Ederson, estamos com você", escreveu o clube biancoleste no Twitter. Ederson jogou na Lazio entre os anos de 2012 e 2015.

Outros times brasileiros, como o Santos, Botafogo, Paysandu, América-MG, Atlético Goianiense, Juventude, Ponte Preta, Chapecoense, Fluminense, Madureira e Paraná também mandaram mensagens de apoio ao jogador. O Lyon, onde ele também jogou, foi outro que escreveu para o brasileiro.

Em maio passado, o jogador testou positivo em dois exames antidoping para a substância beta-HCG. Devido ao bom histórico do jogador, os médicos rubro-negros desconfiaram de que o resultado podia ter sido causado por uma doença e acabaram descobrindo o tumor.

Ederson passará por uma cirurgia na próxima segunda-feira, e seu tratamento ainda pode incluir sessões de quimioterapia, que vai depender da biópsia que será feita após o procedimento cirúrgico.

Leia também: Neymar pode receber cidadania espanhola ainda neste ano

Em entrevista coletiva no Ninho do Urubu, Ederson falou sobre a notícia e demonstrou confiança em sua recuperação.

"Nesse momento é até difícil de ter palavras, pois me impactou muito. Mas agora sabendo de tudo, como doutor explicou, estou triste por essa notícia. Porém, estou muito tranquilo, ciente dos dias que virão pela frente. Sei que vai ser só mais uma batalha na minha vida. Pensamento positivo, agradecer a todos, da comissão, do clube. Fiz questão de reunir e explicar para eles", afirmou.

Leia também: Ronaldo inaugura sua 1ª academia de futebol nos EUA, com custo de R$ 14 milhões

"Quero agradecer a todos pela solidariedade. É muito difícil receber essa notícia porque ninguém espera isso. Deus não dá um peso maior do que alguém pode suportar. Sou até grato por aquilo que aconteceu, porque já tenho 16 anos de carreira profissional. Isso quer dizer que Deus é bom e deu tempo de resolver esse problema de melhor maneira", finalizou Ederson.

Passagem pela Itália

O meia defendeu a Lazio entre 2012 e 2015, quando se transferiu para o Flamengo. No clube italiano, marcou cinco gols e deu quatro assistências. Duas lesões graves, sendo uma no joelho direito e outra na coxa direita fizeram o rendimento de Ederson cair e, por isso, ele ficou sem espaço e acabou negociado.

    Leia tudo sobre: futebol