Tamanho do texto

Jovem goleiro havia recusado a primeira proposta, mas o clube italiano ofereceu R$ 22 milhões por temporada e o convenceu a permanecer

Após cerca de um mês de negociações, o Milan anunciou nesta terça-feira que renovou o contrato com o jovem goleiro Gianluigi Donnarumma até 2021. O atleta receberá seis milhões de euros (R$ 22,3 milhões) por temporada no novo vínculo.

Leia também: Goleiro do Milan é criticado por faltar em provas finais na escola

Além de Gianluigi, o clube anunciou a contratação de Antonio Donnarumma , irmão do goleiro. A contratação era uma das exigências feitas pela família e pelos agentes Mino e Enzo Raiola.

O goleiro do Milan, Gianluigi Donnarumma, de 18 anos, , renovou com o clube até 2021
Ansa
O goleiro do Milan, Gianluigi Donnarumma, de 18 anos, , renovou com o clube até 2021

A longa negociação com o jogador de 18 anos, que há quase dois anos é o principal goleiro do clube, causou revolta na torcida, que o acusou de ser mercenário.

Em uma partida pela seleção italiana no Campeonato Europeu Sub-21, que era disputado na Polônia em junho, torcedores jogaram notas de dólares em campo e o chamaram de "Dollarumma". Isso ocorreu após ele recusar um salário de cinco milhões de euros (R$ 18,5 milhões) por temporada para renovar o contrato.

Leia também: Transferências na Itália e Inglaterra agitam o mercado da bola europeu

Clube comemora renovação com jovem arqueiro

#Gigio2021 🔴⚫

Uma publicação compartilhada por AC Milan (@acmilan) em

Leia também: Carrasco brasileiro, Paolo Rossi celebra os 35 anos do tri mundial da Itália

Donnarumma é apontado como o "herdeiro" do goleiro Gianluigi Buffon, ídolo da Juventus e da Azzurra. Mesmo muito jovem, o milanista já é o reserva imediato do veterano arqueiro na seleção principal da Itália .

    Leia tudo sobre: Futebol