Tamanho do texto

Com dois de Cristiano Ronaldo, golaço de Casemiro e um Asensio para fechar o placar, time se torna o primeiro na história do torneio a conquistar o título duas vezes seguidas. Veja os detalhes da partida decisiva em Cardiff

O Real Madrid pode soltar o grito de campeão e ainda dizer que reforçou o nome na história da Liga dos Campeões. O time de Cristiano Ronaldo e companhia, comandado por Zinedine Zidane, goleou a Juventus por 4 a 1 na final da Liga dos Campeões 2017 e se tornou o primeiro time a vencer duas vezes seguidas o torneio. 

Leia também: Imagem de treino do Real antes da final da Liga dos Campeões 2017 viraliza

Taça da Liga dos Campeões 2017 em campo durante a final
Reprodução/Twitter/RealMadrid
Taça da Liga dos Campeões 2017 em campo durante a final

Com o título na final da Liga dos Campeões 2017 , o Real se isola ainda mais como o maior vencedor da competição. Já são 12 taças conquistadas como o melhor time da Europa. 

Na final deste sábado (3), disputada em Cardiff, capital do País de Gales, era esperado um duelo entre Cristiano Ronaldo, comandando o ataque madrilenho, e Gianluigi Buffon, no gol do time italiano. O que se viu, além disso, foram golaços, de ambos os lados, e domínio do Real no segundo tempo. Cristiano Ronaldo honrou a responsabilidade e marcou dois gols. Casemiro, com um chutaço do meio do caminho e Asensio completaram a goleada. Do lado da Juventus, um golaço de Mandzukic. Veja os detalhes da partida:  

Empate com golaço no primeiro tempo

Juventus começou pressionando e nos primeiros minutos tinha perdido uma chance com Higuaín e obrigado Navas a fazer uma boa defesa no chute de Pjanic. A resposta do Real Madrid veio a partir de 10 minutos, que passou a ficar mais com a bola.

Cristiano Ronaldo marcou o primeiro gol do jogo, aos 20 minutos de bola rolando
Twitter/@ChampionsLeague
Cristiano Ronaldo marcou o primeiro gol do jogo, aos 20 minutos de bola rolando

O placar foi aberto aos 20 minutos, com Cristiano Ronaldo para o Real Madrid. O português recebeu a bola de Carvajal, que abriu pela direita, e não perdoou, mandando de primeira para o fundo da rede de Buffon. E duas curiosidades: esse foi o gol de número 500 do time de Madri na Liga dos Campeões e com ele, Cristiano Ronaldo vira o primeiro jogador a marcar em três finais do torneio.

Leia também: "Fui desrespeitado pela cúpula dos dirigentes do Barça", revela Daniel Alves

Mas a vantagem no placar não durou muito. Aos 26 minutos, Mandzukic marcou um golaço para deixar tudo iugal ainda no primeiro tempo. Ele teve o passe de Higuaín e armou uma meia bicicletas. Navas se esticou, mas não alcançou a bola. Uma pintura na final em Cardiff para o lado da Juventus.

Mandzukic faz um golaço de meia bicicleta e empata a final da Liga dos Campeões
Twitter/@ChampionsLeague
Mandzukic faz um golaço de meia bicicleta e empata a final da Liga dos Campeões


Domínio do Real no segundo tempo

Na volta do intervalo, Real Madrid foi para cima e chegou com perigo ao gol do Buffon. Primeiro, Modric solta um chute forte. Depois, Marcelo arma jogada, mas Cristiano Ronaldo não chega na bola. Lances animam a torcida em Cardiff.

Casemiro também marcou um golaço na final
Twitter/@ChampionsLeague
Casemiro também marcou um golaço na final


E depois de pressionar, a equipe espanhola retomou a liderança no placar. No ataque, a bola sobrou para Casemiro já fora da área. O brasileiro soltou uma bomba do meio do caminho, a bola desviou e o goleiro italiano ficou sem qualquer chance de defesa. Mais um golaço na decisão da Liga dos Campeões.

O gol deu ainda mais ânimo ao Real e poucos minutos depois, mais um gol para os espanhóis, mais um de Cristiano Ronaldo, que recebeu o passe na área e chutou para o fundo da rede. A equipe dirigida por Zidane dominou o jogo no segundo tempo. 

A Juventus tentou a reação e chegou com perigo aos 35 minutos do segundo tempo, com uma cabeçada de Alex Sandro. Mas, para esfriar o time italiano, meia Quadrado levou um cartão vermelho depois de empurrar Sergio Ramos e foi expulso. 

Leia também: Juventus vende direitos e seu estádio passará a se chamar Allianz Stadium

Para fechar o placar na final a Liga dos Campeões 2017, Asensio, meia do Real, ainda marcou mais um, aos 44 do minutos. Placar final, 4 a 1 para os espanhóis e mais um título garantido. 

    Leia tudo sobre: futebol