Tamanho do texto

Miguel Julio Rossette estava deitado de bruços em uma poça de sangue e com muitos ferimentos no pescoço. Ele foi para o hospital e já recebeu alta

O futebol argentino, por pouco, não viveu um dia trágico. O jogador colombiano Miguel Ángel Julio Rosette foi encontrado desacordado em sua casa, caído no chão e com muitos ferimentos no pescoço. O atleta jogou os últimos dois anos e meio no Atlético Tucumán , mas há alguns dias havia sido dispensado do  clube que encarou o Palmeiras na Libertadores.

Leia também: Torcedores de rival palmeirense na Libertadores morrem a caminho do Brasil

Miguel Julio Rosette era jogador do Atlético Tucumán, mas havia sido dispensado há alguns dias
Ole / Divulgação
Miguel Julio Rosette era jogador do Atlético Tucumán, mas havia sido dispensado há alguns dias

Segundo as autoridades da Argentina, o jogador estava deitado de bruços em uma poça de sangue, mas ainda com vida. Ao seu lado estavam muitos remédios e dinheiro vivo: 50 mil pesos argentinos (o equivalente a R$ 10 mil) e outros 1,6 mil dólares (cerca de R$ 5,2 mil).

Leia também: Jogador da seleção turca é preso por envolvimento em contrabando

Rosette só foi encontrado porque um amigo tentou contato com ele, mas como não recebeu retorno em suas chamadas, acionou a polícia, que decidiu ir até o apartamento do atleta, localizado na própria província de Tucumán. Ele foi levado ao hospital Padilla e, como não corria mais risco de morte, recebeu alta, de acordo com informações da imprensa local.

Fontes ligadas ao meio-campista disseram que ele ficou bastante abalado com sua dispensa do time argentino e entrou em estado de depressão nos últimos dias, culminando na tentativa de suicídio. Os policiais que investigam o caso também confirmaram que Rossette tentou tirar a própria vida.

Leia também: Tenista é expulso de Roland Garros por beijar repórter à força em entrevista

Nascido na cidade de Santa Marta, na Colômbia,  Miguel Ángel Julio Rosette tem 26 anos de idade e estava no futebol argentino desde o início de 2015. O volante foi revelado nas categorias de base do Independiente Medellín, onde jogou entre 2007 e 2012, passando por Trujillanos, da Venezuela, e América de Cali, antes de chegar ao Tucumán.

Dias conturbados para o Tucumán

Além desse incidente com o jogador, o Atlético Tucumán viveu outro momento de tragédia após a morte de dois torcedores que estavam a caminho do Brasil para acompanhar o duelo diante do Palmeiras, pela Libertadores, no mês de maio. Eles se encolveram em acidente de carro e o clube se pronunciou: "Lamentável notícia recebida em São Paulo. Jogadores, comissão técnica e dirigentes enviam condolências aos familiares dos torcedores que faleceram".

    Leia tudo sobre: Futebol