Tamanho do texto

Polícia acredita que foram vendidos mais ingressos do que a capacidade máxima do estádio em Tegucigalpa permite

Pelo menos quatro pessoas morreram e outras 25 ficaram feridas em um tumulto generalizado no estádio nacional Tiburcio Carías Andino, em Tegucigalpa, capital de Honduras , durante a partida entre Motagua e o Honduras Progreso, valendo o título do Torneio Clausura do campeonato nacional.

Leia também: Jogador camaronês ex-Tottenham pode deixar os gramados para ser ator pornô

Tumulto no estádio causou mortes no Campeonato Hondurenho
reprodução / Twitter
Tumulto no estádio causou mortes no Campeonato Hondurenho

O tumulto  ocorreu em uma das saídas do local depois que milhares de adeptos tentaram forçar a entrada para assistir o jogo. Como o estádio já estava praticamente lotado, com 30 mil pessoas, a polícia teve que intervir, lançou gás lacrimogéneo e recorreu a canhões de água, causando pânico e correria.

Em comunicado oficial, a polícia hondurenha afirmou que, aparentemente, foram vendidos mais ingressos do que os lugares disponíveis para o jogo. O palco do duelo já estava com sua capacidade máxima atingida e muitos torcedores ainda se encontravam do lado de fora com bilhetes em mãos.

Leia também: Ex-presidente da CBF, Ricardo Teixeira desviou R$ 30 milhões de jogos da seleção

Vítima é retirada na maca
Divulgação
Vítima é retirada na maca

De acordo com as autoridades, os ânimos se exaltaram quando os fãs do lado de fora, ao perceberem que não poderiam assistir ao jogo, tentaram forçar a entrada no estádio. Os cerca 600 policiais que faziam a segurança não hesitaram ao usar a força para conter a multidão.

Miguel Osorio, assessor de comunicação do hospital universitário, disse à imprensa local que as vítimas morreram por asfixia e múltiplas fraturas após serem esmagadas, e que uma mulher grávida perdeu o bebê depois de sofrer ferimentos graves.

Leia também: Oito estrelas do futebol mundial que estão na mira da Justiça espanhola

E o jogo aconteceu

A partida foi iniciada dentro da hora prevista, enquanto acontecia o transporte dos feridos para hospitais da região. O porta-voz da liga profissional do país, Gustavo Caballero, disse apenas que seria dedicado um minuto de silêncio em homenagem aos mortos, o que acabou acontecendo pouco antes de a bola rolar.

Motagua foi campeão após o tumulto
Reprodução
Motagua foi campeão após o tumulto

Em campo, depois de todo tumulto do lado de fora, o Motagua venceu o Honduras Progreso por 3 a 0, fez 7 a 1 no placar agregado dos dois jogos e se sagrou bicampeão nacional.

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.