Tamanho do texto

Carlos Salvador Bilardo foi campeão do mundo no comando da seleção argentina na Copa de 1986, no México

Carlos Salvador Bilardo, ex-técnico da seleção argentina
Reprodução
Carlos Salvador Bilardo, ex-técnico da seleção argentina

Médico, ex-jogador de futebol e ex-técnico da seleção argentina, Carlos Salvador Bilardo fez algumas declarações que geraram polêmicas quando questionado sobre as denúncias de estupro em seu país. Para ele, algumas mulheres "incitam a violência" de acordo com a roupa que se vestem.

LEIA TAMBÉM: Messi é homenageado por Ronaldinho e outros jogadores após o 500º gol pelo Barça

"Sou contra a violação, contra isso tudo, mas há mulheres que se vestem bem e há mulheres que se vestem de forma provocante", disse o ex-técnico da seleção campeã da Copa do Mundo mexicana de 1986 ao canal "América 24". "Uma mulher não pode se vestir como quiser. Há muitas que provocam. Na praia, sim, podem ir como quiser, mas na rua não podem porque incitam a violação. Há mulheres jovens que usam minissaias muito curtas, se agacham para pegar um papel e dá para ver suas calcinhas", afirmou. 

As falas de Bilardo causaram repercussão negativa na mídia local e vale ressaltar que a Argentina possui um dos maiores índices de violência doméstica do mundo. "Claro que os violadores não têm o direto de tocar nas mulheres, mas é lógico que alguns não conseguem evitar. Se eu estou em um ônibus coletivo e vejo uma senhora, uma mulher ou uma jovem que usa um sutiã abaixo dos mamilos, como posso evitar olhar?", completou o ex-jogador. 

LEIA TAMBÉM: Das críticas aos elogios, Zagallo aposta que Neymar será o melhor do mundo

Carreira

Como jogador, Carlos Salvador Bilardo estreou no time da categoria de base do San Lorenzo de Almagro, onde se profissionalizou em 1985. Defendeu também outros dois times, Deportivo Español e Estudiantes de La Plata, ambos da Argentina. Com a seleção, foi medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de 1959. 

LEIA TAMBÉM: Bandeirinha é agredido com tinta no rosto durante partida na Europa; assista

No próprio Estudiantes de La Plata foi onde iniciou a carreira como comandante e o mesmo onde se aposentou em 2004, tendo passado por mais de cinco outras equipes neste intervalo de tempo. Bilardo foi ex-técnico da seleção argentina e atuou como treinador albiceleste durante as Copas de 1986 e 1990, nas quais foi campeão e vice-campeão, respectivamente. Na Copa América, foi o terceiro colocado em 1989 e quarto em 1983 e 1987.