Tamanho do texto

Torcedor invadiu campo durante jogo da segunda divisão da Noruega e usou spray de tinta vermelha para atacar árbitro auxiliar; agressor acabou preso

Bandeirinha - tinta - árbitro - agressão - Noruega - torcedor
Reprodução
Bandeirinha - tinta - árbitro - agressão - Noruega - torcedor

Uma partida disputada neste sábado (22) entre o Kongsvinger e o Ranheim, válida pela segunda divisão do Campeonato Norueguês, foi interrompida nos minutos finais após um torcedor promover uma agressão inacreditável contra um dos bandeirinhas do jogo.

Leia também: Corinthians e São Paulo decidem hoje quem será finalista e quem terá 'férias'

A partida se encaminhava para um empate sem gols no estádio de Gjemselund  quando um torcedor invadiu o campo e usou um spray de tinta para atacar o árbitro auxiliar Ole Andreas Skogsrud Haukasen, que acabou com o rosto pintado de vermelho.

O bandeirinha teve muita dificuldade para limpar o rosto e aparentou irritação nos olhos, uma vez que o jato de spray atingiu grande parte de seu rosto. 

Inicialmente, de acordo com informações do portal argentino Infobae , as autoridades pensaram que se tratava de uma solução com pimenta, mas depois foi constatado que a 'arma' utilizada pelo agressor tratava-se apenas de tinta.

Após Haukasen se recuperar da irritação com a ajuda dos médicos presentes no gramado, a partida foi reiniciada e acabou mesmo em empate sem gols entre Kongsvinger e Ranheim. 

Leia também: Filho de Cristiano Ronaldo imita o pai e faz golaço em cobrança de falta; veja

"Isso é um caso chocante. Eu mesmo nunca havia presenciado algo assim antes e espero nunca mais ver algo deste tipo", afirmou o treinador do Kongsvinger, Hans Erik Eriksen. A declaração foi reproduzida pelo Infobae .

O árbitro principal do confronto, Terje Hauge, também lamentou a ocorrência. "Foi comprovado que o spray usado não é perigoso, embora irrite um pouco os olhos. Tenho vivido o futebol norueguês por mais de 30 anos e esta é a primeira vez que vemos uma situação como essa."

A polícia local conseguiu prender posteriormente o torcedor responsável pela agressão.  

Leia também: Armação? Sorteio da Liga dos Campeões gera polêmica na internet; entenda

Invasão na França

O caso norueguês se dá poucos dias após um jogo na França ser cancelado devido à invasão de campo promovida por torcedores do Bastia, que chegaram a agredir os atletas do adversário, o Lyon.

Na ocasião, o tumulto teve dois momentos: um antes do primeiro tempo, que atrasou o início da partida em mais de meia hora, e outro logo após o fim da primeira etapa, que acabou determinando o cancelamento do jogo em definitivo.

A confusão começou após o goleiro do Lyon, o português Anthony Lopes, provocar os torcedores do Bastia. O jovem holandês Memphis Depay, ex-jogador do Manchester United, também se envolveu na confusão com os torcedores adversários.