Tamanho do texto

Após perder por 2 a 1 no tempo regulamentar, o mesmo placar que havia feito em Munique, Real Madrid dá show na prorrogação e avança à semifinal

Pelo jogo de volta das quartas de final da Liga dos Campeões da Europa, o Real Madrid recebeu o Bayern de Munique no Estádio Santiago Bernabéu, na Espanha, nesta terça-feira, e, após a vitória dos bávaros por 2 a 1 no tempo regulamentar, marcou três na prorrogação, venceu por 4 a 2 e garantiu a classificação à fase semifinal do torneio. Os gols do Real foram marcados por Cristiano Ronaldo (três vezes) e Asensio, já Lewandowski e Sergio Ramos (contra), fizeram para a equipe alemã.

Leia também: Luis Enrique otimista contra a Juve: "Nosso objetivo é fazer cinco gols"

O Bayern saiu na frente, já que havia perdido em casa por 2 a 1 e precisava de dois gols para forçar, pelo menos, a prorrogação. Logo, o Real Madrid empatou, mas os bávaros conseguiram fazer o segundo e levar a partida para o tempo extra. O que ninguém esperava é que Cristiano Ronaldo faria mais dois gols (dois deles irregulares), chegaria ao 101º na história da Liga dos Campeões e Asensio completaria a vitória que sacramentaria a classificação.

Cristiano Ronaldo decidiu mais uma vez: cinco gols em dois jogos e classificação para o Real Madrid
Reprodução/Twitter/ChampionsLeague
Cristiano Ronaldo decidiu mais uma vez: cinco gols em dois jogos e classificação para o Real Madrid

O jogo

Com a vantagem de poder empatar para se classificar, o Real Madrid começou a partida com tranquilidade. Criou a primeira chance em cobrança de falta de Cristiano Ronaldo, que ficou na barreira, aos seis do primeiro tempo. Dois minutos depois, Ribéry conseguiu entrar na área e cruzar para Lewandowski, que desviou, mas Marcelo salvou, a bola sobrou para Robben, que bateu de primeira e acertou a rede pelo lado de fora.

A partir dos dez, o time de Munique passou a arriscar mais. Aos 13, após escanteio, Vidal arriscou de fora da área, mas a bomba subiu um pouco e só assustou o goleiro costarriquenho. Aos 15, após Casemiro perder a bola no meio, Navas precisou sair como um líbero para evitar que Robben chegasse na bola.

Torcida do Real fez bonito antes da partida.
Reprodução
Torcida do Real fez bonito antes da partida. "Caminho para Cardiff", escreveu no mosaico, com referência à cidade que será sede da decisão da Champions

Com Benzema, o Real Madrid teve a primeira chance clara de gol. Marcelo cruzou e o francês cabeceou e quase abriu o placar no Santiago Bernabéu. O Real Madrid partiu para cima desde então e aplicou uma blitz na equipe bávara. Aos 25, Carvajal soltou a bomba, Neuer desviou para escanteio, mas o árbitro assinalou tiro de meta. Dois minutos depois, Neuer não segurou cruzamento e a bola sobrou para Sergio Ramos, o zagueiro bateu no canto direito, mas Boateng, em cima da linha evitou o gol.

Com o relógio marcando 30 minutos, a partida ficou mais igual, com muitos toques de bola por parte dos dois times e alguns erros no meio, porém, com o Real Madrid um pouco mais dominante. Aos 33, após erro na zaga alemã, a bola sobrou para Toni Kroos livre, mas ele bateu por cima do gol de Neuer. Dois minutos mais tarde, Cristiano Ronaldo recebeu livre pela direita, avançou, entrou na área e bateu firme, mas em cima de Neuer.

Aos 37, outra chance de gol para os donos da casa. Em boa troca de passes entre Modric e Marcelo, o brasileiro encontrou Kroos livre, mas o alemão chutou em cima da zaga do Bayern. No minuto 40, Alaba cobrou falta frontal, mas a bola subiu muito sem perigo para a meta de Navas.

Após duas tentativas seguidas do Bayern, o trio Marcelo, Benzema e Cristiano Ronaldo conseguiram sair em contra-ataque. O brasileiro carregou até a entrada da área e rolou para o português, que bateu de esquerda, mas para fora do gol. Aos 43, os madrilenhos tiveram ainda mais uma chance com Kroos, que bateu de fora da área e obrigou Neuer fazer mais uma boa defesa.

Leia também: Para ter Simeone, Inter de Milão vai oferecer 'salário de Mourinho', diz jornal

Em uma primeira etapa muito agitada e com boas chances para os dois lados, inclusive para o Real, o árbitro apitou o fim sem nenhum minuto de acréscimo.

Assim como foi todo o primeiro tempo, o segundo começou com tudo e o Real criou as primeiras chances. Após falta cobrada por Cristiano Ronaldo, a bola foi para escanteio, na cobrança, sobrou para Isco, que chutou e assustou Neuer. Aos cinco, veio a resposta dos bávaros. Ribéry cruzou, Robben tocou e obrigou Marcelo salvar em cima da linha após Navas ser vencido.

Lewandowski até fez o dele, mas não foi suficiente para eliminar o Real Madrid
Reprodução/Twitter/ChampionsLeague
Lewandowski até fez o dele, mas não foi suficiente para eliminar o Real Madrid

Um minuto mais tarde, Robben entrou na área e foi derrubado por Casemiro. O polonês Robert Lewandowski foi para a cobrança e bateu firme para abrir o placar no Santiago Bernabéu. Real 0 x 1 Bayern. Aos oito, quase o segundo. Robben tocou para Vidal por cima da zaga do Real, que pegou de voleio e viu a bola subir demais.

Depois do primeiro gol, o Bayern passou a ficar mais com a bola. Nenhuma chance clara de gol, porém, foi criada. Aos 24 minutos, Ribéry entrou na área, Lewandowski apareceu na jogada, que acabou ficando embolada até que Navas saiu do gol e defendeu. Quatro minutos depois, Carvajal puxou contra-ataque para o Real Madrid e, mesmo com dois companheiros mais livres, tentou sozinho, mas foi bloqueado.

Aos 31 minutos, Casemiro sofreu falta, mas permaneceu de pé e cruzou para Cristiano Ronaldo, que se antecipou a Philipp Lahm e tocou de cabeça no canto esquerdo de Neuer para deixar tudo igual. Um minuto depois, no entanto, em bobeira da zaga do Real, Sergio Ramos tentou tocar para Navas, que já deixava o gol para pegar com as mãos e viu a bola entrar lentamente para o gol. Bayern na frente novamente.

Já aos 37 do segundo tempo, Marcelo cruzou e Lucas Vázquez pegou de primeira, acertando a rede pelo lado de fora. O Real teve uma última chance de evitar a prorrogação com escanteio, mas Sergio Ramos subiu e cabeceou para fora. Na sequência, o árbitro apitou o fim do tempo regulamentar.

Prorrogação

Com um a menos em campo após a expulsão de Vidal no fim do tempo regulamentar, o Bayern começou a prorrogação com uma marcação alta no Real. Até os seis minutos, entretanto, não houve nenhuma chance de gol, quando foram duas consecutivas para o time da casa. Na primeira, Neuer defendeu bom chute e o rebote foi de Marcelo, que bateu firme cruzado, mas para fora.

Aos sete, Douglas Costa por pouco não fez o terceiro do Bayern. Um minuto depois, Asensio recebeu na área e chutou no canto direito de Neuer, que voou e fez um milagre. Ele decide! Em posição irregular, Cristiano Ronaldo recebeu livre dentro da área, dominou e chutou rápido para o fundo do gol, foi o 100º dele na Liga dos Campeões. Tudo igual novamente no Santiago Bernabéu e fim do primeiro tempo da prorrogação.

Leia também: Modelo passa férias com Cristiano Ronaldo e diz que craque usa enchimento

Logo no início da etapa final da prorrogação, Marcelo roubou a bola e fez linda jogada passando pelos marcadores do time alemão e saiu na cara de Neuer, com muita visão de jogo, viu Cristiano Ronaldo livre e só rolou para o português, que estava impedido, anotar o terceiro e o seu 101º gol na Champions. E tinha mais.

Cristiano Ronaldo faz sua comemoração tradicional para comemorar um dos três gols que fez no Santiago Bernabéu
Reprodução/Twitter/ChampionsLeague
Cristiano Ronaldo faz sua comemoração tradicional para comemorar um dos três gols que fez no Santiago Bernabéu

Aos seis, Asensio recuperou uma bola no campo de defesa e avançou para o meio, mais fominha do que Marcelo, preferiu não tocar para Cristiano Ronaldo, que estava livre na esquerda, driblou Hummels, invadiu a área e tocou na saída de Neuer. Real Madrid 4 x 2 Bayern de Munique.

Com a classificação praticamente garantida, o Real soube administrar a vitória nos últimos minutos e o Bayern, baqueado após os três gols quase que na sequência, nada mais pode fazer até o árbitro apitar o centro de campo. Final: Real Madrid, classificado, 4, Bayern de Munique, que fica pelo caminho, 2. Um grande jogo no Santiago Bernabéu.

Ficha técnica

Real Madrid: Keylor Navas, Carvajal, Nacho Fernández, Sergio Ramos e Marcelo; Luka Modric, Toni Kroos (Kovacic) e Casemiro; Isco (Lucas Vázquez), Cristiano Ronaldo e Benzema (Asensio).

Técnico: Zinedine Zidane.

Bayern de Munique: Neuer, Lahm, Hummels, Jérôme Boateng e Alaba; Vidal, Thiago Alcântara e Xabi Alonso (Thomaz Müller); Robben, Ribéry (Douglas Costa) e Lewandowski (Kimmich).

Técnico: Carlo Ancelotti.

Na outra partida desta terça-feira além de Real Madrid e Bayern de Munique, o Atlético de Madri empatou com o Leicester por 1 a 1, após vencer na ida por 1 a 0, e se classificou para a semifinal da Liga dos Campeões. Nesta quarta, acontecem mais dois jogos das quartas: Barcelona x Juventus (ida: 0 x 3) e Monaco x Borussia Dortmund (ida: 3 x 2).

    Leia tudo sobre: Bayern de Munique