Tamanho do texto

Em campanha, torcedoras anônimas e famosas defendem a participação de mais mulheres nas arquibancadas durante as partidas do time rubro-negro

Camisa feminina do Flamengo em homenagem ao
Divulgação/ Flamengo
Camisa feminina do Flamengo em homenagem ao "Dia Internacional da Mulher"

Nesta quarta-feira (8), no Dia Internacional da Mulher, o Flamengo lançou a campanha "Mais mulher no estádio", convocando mais torcedoras às arquibancadas para assistir às partidas do time rubro-negro.

LEIA TAMBÉM: Cruzeiro inova e expõe problemas das mulheres brasileiras em camisas de jogo

Nas redes sociais, o Flamengo divulgou um vídeo no qual torcedoras anônimas e famosas como Aline Riscado, Dani Monteiro, Carolina Dieckman e Jade Barbosa, que defendem a participação do sexo feminino na torcida do clube. "A gente tem a maior torcida do mundo, mas torcida sem mulher não é uma torcida completa", dizem as mulheres na gravação.

Assista ao vídeo:

"No Flamengo, a gente acredita que pensar em igualdade feminina não é coisa pra se fazer em um dia só. A gente precisa pensar e agir todos os dias. Por isso, o Flamengo começa hoje uma série de ações para as mulheres estarem cada vez mais presentes na nossa torcida e nos estádios. É o movimento #MaisMulherNoEstádio.

Lugar de mulher é na arquibancada. O Flamengo é um clube democrático. Flamenguista não tem gênero nem raça. Aliás, raça tem sim. Dentro do campo. A nossa torcida é uma família. Então, nada mais justo do que ter todos os integrantes juntos nos estádios. Lugar de mulher é no campo. O Flamengo é um dos poucos times com uma equipe feminina de futebol, o Flamengo/Marinha. Isso sem falar em outros esportes. Seja na terra, seja no mar.

LEIA TAMBÉM: No Dia da Mulher, atletas italianas pedem 'direito à maternidade'

Lugar de mulher é onde ela quiser. Por isso, a gente quer mais. Quer criar mais produtos e parcerias pensados para mulheres, e por mulheres. Gerar mudanças nos serviços e ofertas do programa sócio-torcedor. Trazer novas soluções para melhorar o acesso e a presença das mulheres nos estádios.

E, por trás dessas ideias, tem um time de mulheres trabalhando duro para fazer isso acontecer. Mas, quanto mais gente participar, mais verdadeiras serão essas mudanças. Por isso, estamos abrindo um canal para receber dicas e sugestões das nossas torcedoras. 

Então, vem com a gente. Vamos lotar nossas arquibancadas de rubro-negras e mostrar toda a força da nossa torcida. A força de uma torcida por inteiro. Mais mulher no estádio. Isso aqui é Flamengo."

LEIA TAMBÉM: Dia Internacional da Mulher: 10 mulheres que fizeram diferença no esporte

Camisa feminina

Em comemoração à data, o clube ainda criou uma camisa edição limitada e especial às mulheres. Na cor rosa, foram 3 mil unidades lançadas no site online e algumas lojas físicas de grandes cidades do país. No entanto, a camisa vendida no valor de R$ 349,99 gerou protestos na internet.

No jogo desta quarta-feira contra o San Lorenzo no Estádio Maracanã, o Flamengo ainda divulgará um vídeo especial em homenagem às mulheres.

    Leia tudo sobre: futebol