Tamanho do texto

Arsenal venceu o Hull City por 2 a 0 neste sábado, mas primeiro gol da partida rendeu polêmica e até pedido de desculpas

A partida entre Arsenal e Hull City neste sábado (11) pelo Campeonato Inglês acabou com reclamações e pedidos de desculpas. Isso porque Alexis Sánchez abriu o placar com um gol de mão. O Arsenal venceu o jogo por 2 a 0. 

Leia mais - Violência no futebol: 50 encapuzados agridem torcedores do Barcelona

Alexis Sanchez abriu o placar para o Arsenal contra o Hull City com um gol de mão
Reprodução/Twitter
Alexis Sanchez abriu o placar para o Arsenal contra o Hull City com um gol de mão


Depois de validar o gol de mão , o árbitro do duelo, Mark Clattenburg, pediu desculpas aos jogadores do Hull City, segundo o zagueiro Andy Robertson. "Sim, foi um lance de handebol. Quando saímos de campo no meio do jogo, o árbitro se desculpou conosco e disse que tinha visto o lance e que estava errado", comentou o jogador ao canal "Sky Sports". 

"Ele disse que não estava 100% seguro do lance. Sei que aconteceu muito rápido e é uma situação dfícil para o árbitro e até se sente um pouco mal por ele. Mas, no final do dia, essas decisões pesam para nós. Se tivéssemos ido para o segundo tempo no 0 a 0 acho que poderíamos ter saído da partida com alguns pontos", continou o zagueiro. 

"Claro que muito árbitros não conseguem admitir quando erram, mas isso não deixa a nossa situação melhor", completou Robertson. 

Marco Silva, técnico do Hull City, também lamentou o erro e o resultado da partida, reafirmando que o gol de Sánchez foi ilegal. "Claro que não estou feliz. Acho que não merecíamos esse resultado", disse. 

Leia mais: No Espanhol, Barcelona goleia com trio MSN

"Algumas decisões do jogo, decisões importantes, não foram boas para nós hoje", falou o técnico, que ainda reconheceu que o rival esteve melhor em campo, mesmo reclamando do gol: "Sobre o jogo, o Arsenal começou melhor, melhor que o nosso time. Mas o que conta é que eles marcaram com um gol ilegal". 

Do outro lado, Arsene Wenger, treinador do Arsenal, comentou que não teve a visão total do lance do banco de reservas. "Sinceramente, não sei. Já sou responsável por muita coisa, mas não pela decisão do árbitro. Fico mal pelo Hull", falou ele. 

Leia mais: Neymar se torna o terceiro brasileiro com mais gols no Barcelona

Com o resultado da partida em Londres - além do gol de mão, Sanchéz marcou mais um, de pênalti -,o Arsenal segue na parte de cima da tabela do Campeonato Inglês, com a terceira colocação. Enquanto isso, o Hull City amarga o outro lado da classificação, na zona de rebaixamento, com apenas o 18º lugar. 


    Leia tudo sobre: futebol