Tamanho do texto

Torcedor do Fluminense pode ser denunciado por ofensas e agressões verbais

Torcedor Flu
Reprodução
Torcedor Flu

Neste domingo (11), um torcedor do Fluminense ofendeu três torcedores do Internacional dentro de um trem no Rio de Janeiro. Poucas horas depois do fim do jogo que levou o Inter ao rebaixamento, o torcedor do Flu identificado como Bruno Vargas da Costa perdeu a linha e insultou os torcedores colorados.

Leia mais: Antônio Carlos Zago é o novo treinador do Inter

Em vídeo gravado de dentro do trem, o torcedor do Fluminense começa a zoação: "Rebaixamento do Inter, né? Primeira vez na história, né? Parabéns! O que você acha? Vocês ganharam do Atlético-MG, abriram três pontos do Palmeiras, né? Que m*, hein? Vocês foram rebaixados. Situação que vocês tinham de tudo para ser campeão".

Assista ao vídeo:

Mas em seguida, o que até então era uma brincadeira com o rival, passou dos limites. Um dos torcedores do Inter foi agredido verbalmente. "Segunda divisão, que m* hein? Dois otários aqui no trem, rebaixados. Olha cara desse aqui... Que cara de otário. Vai tomar no...". Um amigo de Bruno Vargas ainda aparece e ameaça jogar o óculos do senhor no chão. Mas o torcedor fluminense ressalva: "Sem agressão, sem agressão".

Leia mais: Dez anos após conquistar o mundo, Inter é rebaixado para a Série B

Em nota oficial sobre o episódio, o Fluminense manifestou solidariedade aos torcedores do Inter, pedindo desculpas pelo ocorrido.

Confira a nota na íntegra:

O Fluminense Football Club vem a público manifestar seu repúdio à atitude de três torcedores do clube contra integrante da torcida do Internacional, em vídeo gravado no retorno do jogo deste domingo, no trem.

O Tricolor pede desculpas aos colorados e ressalta que este comportamento condenável não representa o da nossa torcida. O respeito ao torcedor adversário precisa ser uma prática comum e recorrente. O futebol deve servir como instrumento de propagação da união, jamais do ódio.

Leia mais: Chapecoense aceita convite e irá enfrentar o Barcelona em 2017

O vídeo tornou-se viral e causou a revolta aos internautas. Campanhas e eventos no Facebook contra o torcedor tricolor e ameaças estão sendo feitas.

    Leia tudo sobre: futebol