Tamanho do texto

Treinador de 51 anos não comanda a equipe nem nos dois últimos jogos do Campeonato Brasileiro, contra Atlético-MG e Santa Cruz

Ricardo Gomes foi demitido do São Paulo após 18 jogos e apenas seis vitórias
Rubens Chiri / saopaulofc.net
Ricardo Gomes foi demitido do São Paulo após 18 jogos e apenas seis vitórias

Após ser bancado pelo presidente Carlos Augusto de Barros e Silva para a próxima temporada, Ricardo Gomes não é mais técnico do São Paulo. O anúncio da demissão foi feito pelo diretor executivo de futebol do clube, Marco Aurélio Cunha, em pronunciamento na sala de imprensa. Ele deixa o comando da equipe após 18 partidas e uma campanha muito ruim, com seis vitórias, cinco empates e sete derrotas, ou seja, aproveitamento de 42,59%.

Leia mais: Marcelo Oliveira ou Renato Gaúcho: quem entra em seleta lista da Copa do Brasil?

“O São Paulo comunica que terá uma mudança no comando técnico: o Ricardo Gomes deixa o clube neste momento. É o momento mais adequado para esta mudança. A partir de agora pensaremos em novos planos e rumos dentro de uma ideologia que planejamos para 2017. Para a pré-temporada, e consequentemente para a disputa da Flórida Cup, teremos um novo treinador”, disse Marco Aurélio Cunha.

Leia mais: Procuradoria espanhola pede dois anos de prisão a Neymar

Cunha ainda revelou que o novo treinador será anunciado na pré-temporada da equipe, que acontecerá nos Estados Unidos, durante a Flórida Cup. Internamente, um dos nomes que vem sendo considerados é o do ex-goleiro e ídolo do clube, Rogério Ceni. Em ocasiões passadas, Leco chegou a comentar que Rogério teria capacidade suficiente para comandar a equipe.

O auxiliar técnico Luís Carlos de Oliveira Preto, o Pintado, assume interinamente o comando do Tricolor para os dois últimos jogos da rodada de encerramento do Campeonato Brasileiro de 2016. No domingo (27), o São Paulo enfrenta o Atlético-MG, no Estádio Independência. No dia 4 de dezembro, a equipe recebe em casa o Santa Cruz.

Leia mais: Ricardo Teixeira pegou "carona" em jatinho da CBF com escala em paraíso fiscal

A segunda passagem

Esta foi a segunda passagem do treinador no clube paulistano. Ricardo Gomes comandou o São Paulo na temporada 2009/2010. Substituto do argentino Edgardo Bauza, Ricardo Gomes chegou ao clube no dia 13 de agosto, durante a 20ª rodada do Brasileirão. Com muito sufoco, a equipe são-paulina corria o risco de ser rebaixado e somente na última rodada, se livrou desta ameaça, graças à vitória do rival Corinthians em cima do Internacional. Junto com Gomes, o auxiliar Luiz Otávio também deixou a equipe.

    Leia tudo sobre: futebol