Tamanho do texto

Após goleada por 4 a 0 no primeiro jogo, vice-campeão europeu de 2012 vence na Espanha por 3 a 0 e conquista vaga na decisão pelo segundo ano consecutivo

Pela primeira vez em sua história, a Liga dos Campeões reunirá dois times alemães na decisão. Nesta quarta-feira, o Bayern de Munique visitou o Barcelona e não teve a menor dificuldade para confirmar a classificação. Após golear por 4 a 0 na partida de ida, o time alemão voltou a vencer com propriedade o adversário. Sem correr riscos, ganhou por 3 a 0 no Camp Nou e garantiu presença na final para disputar o título contra o Borussia Dortmund. Os gols foram marcados por Robben, Müller e Piqué (contra).

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Esta é segunda vez consecutiva que o Bayern chega à final da Liga dos Campeões, a terceira nos últimos quatro anos. Em 2012, foi derrotado nos pênaltis pelo Chelsea, após empate em 1 a 1 no tempo regulamentar. Curiosamente, a partida foi disputada em Munique, na Allianz Arena. Dois anos antes, em 2010, o time perdeu a decisão para a Inter de Milão pelo placar de 2 a 1 em Madri, capital espanhola.

O Barcelona entrou em campo sem Messi, que começou a partida no banco de reservas e não foi utilizado no decorrer da partida. A ausência do atacante argentino ainda é reflexo da lesão que sofreu na coxa direita durante o empate por 2 a 2 com o PSG, pelo jogo de ida das quartas de final da Liga dos Campeões. Sem seu principal jogador, o time espanhol não encontrou inspiração para assustar o rival.

Apesar de o Barcelona partir para cima em busca dos gols que precisava durante o primeiro tempo, quem ficou mais perto de balançar as redes foi o Bayern. Robben assustou a torcida catalã quando apareceu dentro da área, mas acabou sendo travado por Piqué na hora da finalização.

No segundo tempo, a defesa espanhola não conseguiu parar Robben. Logo aos quatro minutos, o meia holandês recebeu pela direita da área no contra-ataque, cortou para a perna esquerda e acertou o ângulo direito. Com o gol do Bayern, o Barcelona precisaria marcar seis vezes para reverter a situação e se classificar. 

A vantagem alemã, que já era praticamente impossível de ser revertida, ficou ainda maior aos 26 minutos, quando o zagueiro Piqué desviou um cruzamento de Ribéry contra a própria meta. Quatro minutos mais tarde, após mais um cruzamento do meia francês, Thomas Müller cabeceou para fazer o terceiro do Bayern e dar números finais à partida.

A final da Liga dos Campeões deste ano acontecerá no dia 25 de maio. O palco da decisão entre os dois representantes alemães será o Estádio de Wembley, na Inglaterra. O Bayern de Munique tenta voltar a comemorar o título após 12 anos. Em 2001, se sagrou campeão europeu ao bater o Valencia nos pênaltis. Já o Borussia Dortmund não conquista a taça desde 1997, quando venceu a Juventus na única decisão que disputou até hoje.

FICHA TÉCNICA - BARCELONA 0 X 3 BAYERN DE MUNIQUE
Local: 
Estádio Camp Nou, em Barcelona (Espanha)
Data: 1º de maio de 2013, quarta-feira
Horário: 15h45 (de Brasília)
Árbitro: Damir Skomina (Eslováquia)
Assistentes: Matek Zunic e Bojan Ul (ambos da Eslováquia)
Árbitros adicionais: Slavko Vincic e Roberto Ponis (ambos da Eslováquia)
Cartões amarelos: Daniel Alves e Piqué (Barcelona); Robben (Bayern de Munique)

Gols
BAYERN DE MUNIQUE:
Robben, aos quatro, Piqué, contra, aos 26, e Muller, aos 31 minutos do segundo tempo

BARCELONA: Valdés; Daniel Alves, Piqué, Marc Bartra (Montoya) e Adriano; Song, Xavi (Alexis Sánchez) e Iniesta (Thiago Alcantara); Pedro, Fabregas e David Villa
Técnico: Tito Vilanova

BAYERN DE MUNIQUE: Neuer; Lahm (Rafinha), Van Buyten, Boateng e Alaba; Javi Martínez (Tymoshchuk), Schweinsteiger (Luiz Gustavo), Ribéry, Muller e Robben; Mandzukic
Técnico: Jupp Heynckes

    Leia tudo sobre: Bayern de Munique