Scottie Pippen não gostou da maneira que foi retratado no documentário de Michael Jordan
Reprodução
Scottie Pippen não gostou da maneira que foi retratado no documentário de Michael Jordan

O documentário "The Last Dance", produzido pela Netflix, que conta a história de Michael Jordan e dos seis títulos do Chicago Bulls na NBA nos anos 90, é sucesso entre os fãs de esporte, mas parece não ter agradado a todos, principalmente ao grande parceiro do camisa 23 naquelas campanhas, Scottie Pippen.

Leia também: Kobe gravou participação em documentário de Jordan dias antes de sua morte

De acordo com David Kaplan, jornalista da ESPN, o ex-ala está muito insatisfeito com a maneira em que foi retratado no documentário, e também com declarações de Michael Jordan.

"Ele está tão bravo com Michael e como ele foi retratado, chamado de egoísta, disso, daquilo, que ele está furioso por ter participado e não ter percebido no que estava se metendo", disse o jornalista em seu programa de rádio.

Leia também: Phelps sobre Jordan: "Era imbecil como ele com meus companheiros"

Jordan chamou Pippen de egoísta no episódio em que o documentário conta sobre a briga do ex-ala para receber um salário melhor. Mesmo sendo um dos principais jogadores da época, Scottie era apenas o 122° maior salário na NBA.

    Veja Também

      Mostrar mais