Tamanho do texto

Franquia de San Antonio, no Texas, foi a pioneira em quebrar com o padrão das líderes de torcida antes e durante as partidas da NBA

Silver Dancers do San Antonio Spurs
Reprodução/ San Antonio Spurs
Silver Dancers do San Antonio Spurs

O San Antonio Spurs vai fazer algumas mudanças a partir da próxima temporada da NBA. Depois de 26 anos, a franquia do Texas vai encerrar a participação de suas cheerleaders antes e nos intervalos das partidas da mais importante liga de basquete do mundo. Segundo informações da ESPN norte-americana, a atitude vai transformá-los na primeira equipe sem líderes de torcida .

Leia também: Clube demite suas cheerleaders por serem bonitas demais e atrapalharem atletas

De acordo com a publicação, o Spurs vai extinguir as Silver Dancers (dançarinas prateadas, com tradução livre para o português), nome dado às cheerleaders e a justificativa utilizada foi por conta da "falta de interesse dos torcedores". Assim, as mulheres serão substituídas por um grupo de 35 pessoas dos sexos feminino e masculino, com uma animação mais voltada às famílias presentes nas quadras.

"O Spurs vai lançar uma equipe de 35 membros a partir da temporada de 2018/19, que elevará a experiência do dia do jogo e energizará multidões com diversos talentos, incluindo acrobacias e danças. Os membros da equipe irão participar de uma variedade de eventos da comunidade e aparições públicas, bem como realizar apresentações nos jogos em casa. O nome da equipe será revelado em outra ocasião", anunciou a franquia da NBA .

Leia também: Boca Juniors extingue cheerleaders para evitar reificação como objeto sexual

Rosalyn Jones, criadora das Silver Dancers , se mostrou abalada com o fim do grupo de dança. "Por que agora? Eu não entendo a explicação de que houve falta de interesse. Se fosse esse o caso, eles não deveriam ter transmitido isso ao coreógrafo e trazido essas preocupações para ela em algum momento? Dê a ela uma chance de resolver isso. Mas nunca houve reclamações", disse ao Washington Post . "Isto não faz sentido. Fomos extintas como se nunca tivessemos existido", afirmou uma outra dançarina.

Leia também: De férias da NFL, cheerleaders fazem churrasco de biquíni; veja fotos

Quem são as cheerleaders?

Cheerleaders do Washington Redskins
Reprodução/Twitter
Cheerleaders do Washington Redskins

Quem acompanha esportes americanos, sabe quem existem as famosas cheerleaders - ou, em tradução livre no bom português, líderes de torcida -, que embelezam as partidas e ainda enchem os olhos do público com danças e acrobacias. E são muitas as meninas que são adeptas ao estilo, que é praticamente um esporte nos Estados Unidos.

As competições começaram em 1983, mas somente em 2003 foi criada a Fundação Nacional de Segurança Cheer, tornando o cheerleading um esporte reconhecido com as mesmas normas de seguranças universais; e em 2007 foi inaugurada a International Cheer Union, com a missão principal de levar o esporte para todos os cantos do mundo, não ficando restrito apenas à América do Norte. 

Lá nos Estados Unidos, as cheerleaders estão presentes nas principais ligas profissionais esportivas do país, como NFL (liga de futebol americano) e NBA (liga de basquete), como era o caso do Spurs , mas também são figurinhas carimbadas nas partidas entre universidades. Com danças sensuais, coreografias, acrobacias e muita animação, elas deixam as partidas mais atraentes para o público masculino.


    Leia tudo sobre: NBA

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.