Tamanho do texto

Liga de basquete norte-americana anunciou que os times terão capitães escolhidos em votação e estes escolherão seus companheiros em um draft

A NBA anunciou nesta terça-feira uma mudança radical na fórmula de disputa do All-Star Game, o tradicional jogo festivo que acontece anualmente. A partir da próxima edição, marcada para o dia 18 de fevereiro de 2018, em Los Angeles, o duelo não será entre as conferências Leste e Oeste pela primeira vez em sua história. O comissário da liga, Adam Silver, já havia prometido uma fórmula de disputa melhor.

Leia também: Arma do Warriors, 'bolas de três' ajudaram Denver a vencer atual campeão da NBA

James Harden e LeBron James, que se enfrentaram na última edição do All-Star Game, poderão jogar juntos no próximo jogo festivo
Reprodução/Twitter/NBAAllStar
James Harden e LeBron James, que se enfrentaram na última edição do All-Star Game, poderão jogar juntos no próximo jogo festivo

Com a mudança, haverá uma votação para escolher dois capitães, um de cada conferência, e eles liderarão os times. A votação começará no dia 25 de dezembro e não sofrerá alteração. A formação das equipes do All-Star Game , no entanto, será diferente, com um draft que ainda não tem regras estabelecidas.

Os cinco titulares por conferência serão escolhidos pelos fãs, além de votos de jogadores e jornalistas, cada um com um peso diferente. Os reservas serão definidos pelos treinadores, como já acontece, e serão separados por Leste e Oeste em suas decisões.

"Estou animado com o que os jogadores e a liga fizeram para melhorar o All-Star Game, o que tem sido prioridade para a gente. Vamos procurar fazer um grande show em Los Angeles", afirmou Chris Paul, armador do Houston Rockets e presidente da associação de jogadores da NBA.

Leia também: LeBron comenta saída de Irving do Cavaliers pela primeira vez: "Tentei ajudá-lo"

O draft do All-Star Game não terá separação por conferências e os capitães poderão escolher seus companheiros conforme preferirem e não precisarão levar em conta Leste ou Oeste. As equipes montadas irão representar instituições de caridades de Los Angeles ou nacional.

A definição de capitães e titulares do All-Star Game será revelada no dia 18 de janeiro, os reservas, cinco dias depois. Os técnicos seguem sendo escolhidos de acordo com as duas melhores campanhas até duas semanas antes do All-Star Weekend e estes estarão à frente dos times dos capitães da mesma conferência. O treinador do Golden State Warriors, Steve Kerr, e do Boston Celtics, Brad Stevens, não poderão participar por terem comandado as equipes na última edição do evento.

Confira a declaração oficial da NBA abaixo

"A National Basketball Association (NBA) e a National Basketball Players Association (NBPA) anunciaram hoje um novo formato All-Star Game para a NBA All-Star 2018 em Los Angeles. Isso marcará o primeiro jogo All-Star da NBA sem uma correspondência entre a Conferência Leste e a Conferência Oeste.

Sob o formato reformado, dois capitães elaborarão as equipes All-Star de 2018 do grupo de jogadores votados como iniciantes e reservas, fazendo seleções sem considerar a afiliação à conferência. Os capitães serão All-Star iniciantes de cada conferência que receberá o maior número de votos de fãs em sua conferência.

O 67º jogo All-Star será jogado no Staples Center no domingo, 18 de fevereiro.

"Estou entusiasmado com o que os jogadores e a liga fizeram para melhorar o All-Star Game, que tem sido uma prioridade para todos nós", disse o presidente da NBPA, Chris Paul, do Houston Rockets . "Estamos ansiosos para fazer um show de entretenimento em LA”.

"Estamos entusiasmados com o novo formato All-Star e apreciamos a vontade dos jogadores de tentar algo novo", disse o presidente da NBA, Operações da Liga, Byron Spruell.

Em outra característica nova, as equipes All-Star de 2018 irão jogar para caridade. Cada equipe selecionará uma instituição de caridade ou organização nacional de Los Angeles, onde as doações serão usadas para apoiar os esforços locais.

O processo de seleção dos 24 All-Stars permanecerá o mesmo, com 12 jogadores de cada conferência. Os 10 iniciantes - dois armadores e três jogadores de frente para conferência - continuarão a ser escolhidos por uma combinação de fãs (50 por cento dos votos), jogadores atuais (25 por cento) e meios de basquete (25 por cento). Os treinadores da NBA ainda selecionarão os 14 reservas, votando por armadores, três jogadores de frente e dois jogadores em qualquer posição em suas respectivas conferências. Os detalhes específicos sobre a votação serão anunciados em uma data posterior.

A escolha dos capitães e titulares do All-Star Game será revelada na quinta-feira, 18 de janeiro. Já os reservas na terça-feira, 23 de janeiro.

O processo para determinar os treinadores do All-Star 2018 é inalterado. Os treinadores cujos times obtêm o melhor recorde em suas respectivas conferências duas semanas antes do All-Star Game ganha o comando, embora o Golden State Warriors Steve Kerr e o Brad Stevens de Boston Celtics não sejam elegíveis para a honra porque treinaram as equipes em 2017. Cada treinador do All-Star Game liderará o time que inclui o capitão da mesma conferência."

Leia também: Em noite de recordes, Oeste vence o All-Star Game pelo terceiro ano consecutivo

Naquela que ficará marcada como a última edição do All-Star Game em seu formato clássico, a conferência Oeste venceu a Leste por 192 a 182, em duelo disputado em Nova Orleans, em janeiro deste ano. Na história, o Leste venceu 37 vezes e o oeste 28.

    Leia tudo sobre: nba