Tamanho do texto

Bicampeão com o Miami Heat está sem clube e deve encerrar a carreira de forma precoce por conta da doença. Saiba quais são os riscos que ele corre

Chris Bosh teve a carreira atrapalhada por conta da formação de coágulos no pulmão
Divulgação
Chris Bosh teve a carreira atrapalhada por conta da formação de coágulos no pulmão

A carreira do do ala-pivô Chris Bosh, bicampeão da NBA , está próxima do fim por conta de coágulos de sangue no pulmão. Sem jogar desde 2016, ele foi dispensado pelo Miami Heat no início deste mês e a aposentadoria, aos 33 anos, do atleta que está na liga de baste norte-americana há 13 anos, pode acontecer em breve.

Leia também: Fezes e ratos! Jogador da NBA se envolve em polêmica com produtora pornô

Mas afinal, o que é o tromboembolismo pulmonar , também conhecido como embolia pulmonar ? Por que esta doença pode forçar a aposentadoria de um dos grandes atletas do basquete mundial no século 21? O cirurgião vascular do Hospital Moriah, Daniel Hachul, tem as respostas e explica em três passos o caso de Chris Bosh .

O caminho dos trombos (Tromboembolismo)

O problema que Chris Bosh teve se chama Tromboembolismo Pulmonar. Trata-se da formação de trombos na circulação do pulmão. Esses trombos caem na circulação, chegam no coração, e são bombeados para o pulmão. Neste órgão acontece entupimentos dos vasos e concomitantemente falta de oxigenação do sangue.

Leia também: Primeiro treinador do Los Angeles Lakers morre aos 101 anos de idade

Os impactos da deficiente oxigenação do sangue

Um dos principais impactos é a dor extrema torácica. Chris não poderia voltar para as quadras devido a essa dor e a fadiga ocasionada pelo problema.

É fato que pode acontecer morte súbita

Esse dado não é para alarmar, porém é uma realidade. Com a falta de oxigenação no sangue, pode acontecer a morte súbita. É um problema grave que precisa de tratamento.

Carreira

O jogador natural de Dallas, no Texas, foi a quarta escolha do Draft de 2003 da NBA. Ele se juntou ao Toronto Raptors, onde jogou até 2010. Neste ano, foi contratado pelo Miami Heat e formou o supertrio de Miami ao lado de LeBron James e Dwyane Wade. Ganhou os campeonatos de 2012 e 2013 e chegou em quatro finais consecutivas.

Leia também: Warriors e Stephen Curry lideram listas de produtos mais vendidos da NBA

Chris Bosh não entra em quadra desde a temporada 2015-16 e pelo Miami Heat fez 384 jogos e teve médias de 18 pontos, 7,3 rebotes e 1,8 assistências. A camisa número 1, que ele usou na franquia, foi aposentada após o anúncio da sua saída.

    Leia tudo sobre: NBA