Tamanho do texto

Com Kevin Durant e Andre Iguodala inspirados, Warriors derrota o Cavaliers em casa e conquista o título; Durant é eleito MVP das finais

Golden State Warriors conquista o quinto título da NBA e o primeiro dentro de casa
Reprodução ABC
Golden State Warriors conquista o quinto título da NBA e o primeiro dentro de casa

O Golden State Warriors é o novo campeão da NBA. Após derrotar o Cleveland Cavaliers por 129x120 o time de Oakland fechou a série melhor de sete jogos em 4x1 e conquistou a taça da maior liga de basquete do mundo. A partida aconteceu na noite desta segunda-feira (12), na Oracle Arena, em Oakland. O título da temporada 2016-17 é o quinto na história da franquia californiana, que empata com o San Antonio Spurs como quarta maior campeã do torneio.

LEIA TAMBÉM: Confira as namoradas e esposas mais belas dos jogadores da NBA

Eleito MVP das finais, Kevin Durant fez mais de 30 pontos em todos os jogos
Twitter/Reprodução
Eleito MVP das finais, Kevin Durant fez mais de 30 pontos em todos os jogos

Os destaques da partida que deu o título ao Golden State foram Stephen Curry com 34 pontos e dez assistências, Andre Iguodala com 20 pontos vindo do banco e Kevin Durant com 39 pontos sete rebotes e cinco assistências. Durant, inclusive, foi eleito o MVP das finais. Com 30 pontos ou mais em todas as partidas da final, o ala dos Warriors ofuscou por completo o badalado LeBron James e conquistou seu primeiro título da NBA

Essa foi a terceira final seguida entre as duas equipes. Na temporada passada, virada histórica e título para a franquia de Ohio. No ano retrasado, o Warriors conquistou o título.

O jogo

A exemplo da partida de número quatro, vencida pelo Cavaliers, o jogo derradeiro da série começou com os dois times afiados no ataque, uma verdadeira “pelada”. Logo nos primeiros minutos, o Warrior abriu uma boa vantagem, contando com arremessos de três pontos convertidos por Klay Thompson e Draymond Green. No entanto, com LeBron James inspirado, o Cavaliers encostou no placar e começou a trocar pontos com o adversário.

Após um “apagão” da equipe de Oakland, o Cleveland conseguiu a virada e chegou a abrir oito pontos de vantagem. Para conter LeBron James, Steve Kerr colocou Andre Iguodala, reserva de luxo e MVP das finais de 2015 em quadra. Deu certo: com LeBron apagado e as bolas de Curry, Thompson e Durant entrando, o Golden State voltou a equiparar a partida e conseguiu o empate. Nos últimos dois minutos do primeiro período, no entanto, um novo apagão da equipe da casa fez com que os visitantes voltassem a pontuar, abrindo uma boa vantagem. O primeiro quarto terminou com o placar de 37x33 em favor do Cleveland.

LEIA TAMBÉM: Ex-jogador da NBA é preso por porte de armas e drogas em Nova York

Massacre no segundo quarto

Apesar da vantagem e da necessidade de vencer o jogo para se manter viva na série, a franquia de Ohio entrou nervosa para o segundo quarto: perdendo muitas bolas e contando com atuação desastrosa do astro Kevin Love, que não fez pontos no primeiro tempo inteiro, os Cavs nada conseguiram fazer para parar os contra ataques do Golden State. Curry e Durant seguiam pontuando em abundância. A vantagem do Cleveland, que era de cinco pontos, se ruiu e se transformou numa diferença de 17 pontos em favor do adversário. Uma pequena reação dos Cavs fez a vantagem ficar um pouco menos complicada. Ao final do segundo período, o placar marcava 71x60 para os Warriors .

Reação e esperança

Mais focado no segundo tempo, o Cavaliers conseguiu imprimir um bom ritmo ofensivo, apesar de não conseguir encontrar soluções na defesa. No entanto, um bom aproveitamento nos arremessos somado a alguns erros do Warriors fizeram com que a diferença entre as duas equipes diminuísse ao longo do terceiro quarto e chegou a ficar em apenas quatro pontos. Com frieza e velocidade, o Warriors não se abateu com a reação adversária e continuou a pontuar com regularidade.

No final do quarto, com muitos reservas em quadra, as duas equipes mostraram sua maior diferença: enquanto Deron Willians perdeu duas bolas consecutivas pelo Cavaliers, Patrick McCaw fez quatro pontos em sequência. Na última bola do período, Jr. Smith, em partida inspirada, acertou um lindo arremesso de três pontos, seu quinto na partida, e voltou a dar esperança para o time de Ohio. As equipes foram para o quarto derradeiro com o placar de 98x93 em favor do Warriors.

LEIA TAMBÉM: Sete coisas que você não sabia sobre o ídolo do Warriors, Stephen Curry

Calma para garantir a taça

O último quarto começou elétrico, com o Cleveland forçando arremessos e jogando em velocidade. Trabalhando a bola com velocidade e inteligência nos contra ataques, o Warriors acertou logo duas bolas de três, com Iguodala e Durant. Se aproveitando da pressa do adversário, o Warriors dobrou sua vantagem de cinco para dez pontos em apenas três minutos. Gastando o relógio e aproveitando bem a posse de bola, o time da casa seguiu paciente, trocando pontos com o adversário e imprimindo uma marcação forte.

Campeão pelo Warriors, Kevin Durant abraça LeBron James, ídolo dos Cleveland Cavaliers
Twitter/Reprodução
Campeão pelo Warriors, Kevin Durant abraça LeBron James, ídolo dos Cleveland Cavaliers

Grande nome da série, o ala Kevin Durant se fez presente também no momento derradeiro da partida final. Arremessos de três, bandejas, bons passes e uma grande performance defensiva fizeram o craque se destacar ainda mais: foram 11 pontos do jogador apenas no quarto final. Nos últimos minutos, o Cleveland perdeu ainda mais a paciência e acabou voltando a cometer erros, o que proporcionou ainda mais tranquilidade ao Warriors. O jogo terminou com o placar de 129x120 para o Golden State Warriors , campeão da NBA.

"Ela me viu como uma criança trabalhando. Ela viu como eu voltava para casa após as derrotas e o quão difícil é isso. É bom ver como as coisas mudam. Nós fizemos isso. Eu lhe disse quando tinha oito anos de idade. Nós conseguimos", disse Durant, o MVP da final após receber o troféu, dividindo o prêmio com a mãe.

As últimas três temporadas representaram uma mudança histórica na equipe da franquia de Oakland . Coadjuvante na liga por décadas, o time treinado por Steve Kerr e comandado por jogadores como Stephen Curry, Klay Thompson, Draymond Green e André Iguodala conquistou a Conferência Oeste nas três temporadas e o título da NBA em duas delas.

Além disso, a franquia bateu um recorde histórico ao conquistar 73 vitórias durante a temporada regular de 2015-16. Com a adição de Kevin Durant, um dos melhores jogadores dessa geração, muito se espera do Golden State Warriors, que pode estar perto de iniciar uma nova dinastia na NBA .

    Leia tudo sobre: NBA