Tamanho do texto

Jaliyah Manuel chama a atenção dentro de quadra e nas redes sociais; além de jogadora, a garota pretende ser também médica

Jaliyah Manuel sonha em ser a primeira menina a jogar na NBA
Reprodução
Jaliyah Manuel sonha em ser a primeira menina a jogar na NBA

A pequena Jaliyah Manuel surpreende dentro de quadra em partidas mistas e deixa para trás muitos garotos. Aos sete anos de idade, a menina ganha cada vez mais admiradores. Só no Instagram, já são mais de 100 mil seguidores que acompanham sua rotina de treinos e habilidades com a bola de basquete.

LEIA TAMBÉM: 7 coisas que você não sabia sobre o ídolo do Warriors, Stephen Curry

Ambiciosa, a menina que pratica ainda outros esportes como softbol admite querer ser "a primeira mulher a jogar na NBA". E quando questionada por um ídolo da principal liga de basquete, ela não hesita em responder LeBron James. O astro do Cleveland Cavaliers ainda encontrou Jaliyah e a presenteou a garota com uma camisa assinada, levando-a a loucura. 

Jaliyah Manuel mora em Nova Orleans (EUA) e o culpado pelo seu sucesso é o pai da pequena menina. Hoje também treinador, a levava às quadras de basquete desde que ela tinha um ano de idade. Mas foi aos quatro que começou a jogar.

LEIA TAMBÉM: Aos 15 anos, LaMelo Ball faz 92 pontos em jogo de basquete escolar nos EUA

Assista:

Atualmente a garota treina por cerca de 30 horas semanais mas o pai afirma que não deixa os estudos de lado. "Minha ambição para ela é a faculdade. Eu não ligo para outra coisa e ela sabe que o basquete não é para sempre. Escola é a coisa mais importante de todas e ela precisa ter as coisas que eu não tive", disse o pai ao "60 Second Doc".

LEIA TAMBÉM: Genética de craque? Filho de LeBron encanta em quadra aos 12 anos; assista

"Quando eu crescer, eu quero ser uma médica e uma jogadora de basquete. Minha mãe faz cirurgias na pele e é isso que eu quero fazer", afirma a menina prodígio.

    Leia tudo sobre: NBA
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.