Tamanho do texto

Com gritos de MVP, Russell Westbrook chega ao 41º triplo-duplo e repete o que fez Oscar Robertson na temporada 1961-62 da NBA

Russell Westbrook fez história! O armador do Oklahoma City Thunder, com 12 pontos, 13 rebotes e 13 assistências, chegou ao 41º triplo-duplo na temporada regular da NBA na vitória do seu time sobre o Milwaukee Bucks por 110 a 79, na Chesapeake Energy Arena, em Oklahoma, nesta terça-feira. Com a marca, ele igualou o feito de Oscar Robertson na temporada de 1961- 62, que, justamente pelo Bucks, conseguiu 41 triplo-duplos.

Leia também: LeBron se irrita com pai de promessa: "Deixe minha família fora de sua boca"

Além de igualar Big-O, Westbrook fez seu sétimo triplo-duplo seguido pela segunda vez na temporada. O mesmo aconteceu com Michael Jordan, na temporada 1988-89, e com o próprio Oscar Robertson, em 1961-62. Neste quesito, ele fica atrás apenas de Wilt Chamberlain, que, em 1967-68, fez nove seguidos. Com os cinco jogos restantes da temporada regular, o camisa 0 pode não só igualar, mas passar tanto Robertson quanto Chamberlain.

Westbrook chega ao 41º triplo-duplo da temporada e iguala recorde de 55 anos
DIVULGAÇÃO/NBA
Westbrook chega ao 41º triplo-duplo da temporada e iguala recorde de 55 anos

Russell segue favorito para levar o prêmio de MVP (Most Valuable Player, jogador mais valioso) e fica cada vez mais difícil não dar o prêmio para ele. Com o número de rebotes distribuídos esta noite, West agora precisa apenas de mais 16 assistências nos cinco jogos restantes - quatro fora de casa - para fechar a temporada com média de triplo-duplo. Isso apenas Oscar Robertson também conseguiu - na temporada de 1961-62, ele atingiu 30,8 pontos, 12,5 rebotes e 11,4 assistências. West tem, até aqui, 31,6 pontos, 10,7 rebotes e 10,4 assistências de média.

Foi o 78º triplo-duplo na carreira de Westbrook e ele agora é o quarto colocado no geral, empatado com Chamberlain. À frente dele, estão Jason Kidd, com 107, Magic Johnson, com 138 e Oscar Robertson, com 181. Dos jogadores em atividade, ele lidera o quesito. Na sequência estão LeBron James, com 54, e James Harden, com 29. Os recordes não param por aí, esta foi a oitava vez na temporada que o astro atingiu a marca com menos de 30 minutos em quadra.

Leia também: Popovich, do Spurs, é escolhido melhor técnico da NBA; veja a lista completa

Os gritos de "MVP, MVP, MVP",  ecoado de forma arrepiante após o fim do duelo pelos torcedores, são mais do que justos.

Assista ao momento em que Russell atinge o recorde histórico

The moment.

Uma publicação compartilhada por Oklahoma City Thunder (@okcthunder) em

O jogo

Com a pressão e a expectativa de todos para que ele igualasse a marca histórica, Russell começou a partida mais devagar do que nos últimos jogos, mas o Oklahoma City Thunder dominou e ficou atrás do placar apenas em um momento. A franquia, que jogava com o apoio de sua torcida, logo tomou conta do jogo e fechou o primeiro quarto vencendo por 28 a 20.

No segundo, Westbrook apareceu mais e, com os rebotes e assistências, a torcida percebeu que o triplo-duplo chegaria mais cedo ou mais tarde. O segundo período acabou com uma vantagem ainda maior para o Thunder: 63 a 49. West, com uma bola de três pontos a poucos segundos do fim, fechou com 12 pontos, oito rebotes e oito assistências.

Leia também: North Carolina bate Gonzaga Bulldogs e vence título da NCAA pela sexta vez

#0 joins Big O as the only two players in NBA history to record 41 TDs in a season. Recognize #hist0ry

Uma publicação compartilhada por Oklahoma City Thunder (@okcthunder) em

Se alguém ainda estava com as atenções voltadas para outra coisa, com menos de um minuto do terceiro quarto, isso mudou. Com um rebote e um passe na sequência, ele ficou mais próximo da marca. Pouco mais de dois minutos depois, o recorde: um rebote defensivo e mais uma assistência, dessa vez para Taj Gibson, fez com que o astro igualasse Oscar Robertson.

A Chesapeake Energy Arena veio abaixo e todos presentes levantaram para aplaudir o agora recordista. A partir daí, muita festa. Ele ficou em quadra por mais alguns minutos e saiu com 12 pontos, 13 rebotes e 13 assistências. O terceiro quarto foi vencido pelo Thunder por 26 a 20 - 89 a 59 no total.

Com 30 pontos de vantagem no início do último quarto, West não voltou mais para a quadra e só viu seus companheiros administrarem a vantagem para o Thunder vencer por 110 a 79 e chegar ao 44º triunfo na temporada, além de 33 derrotas. O Bucks, com 40 vitórias e 38 derrotas, ocupa a quinta colocação do Leste e ainda não está garantido nos playoffs.

Standing O to recognize #hist0ry. #ThunderUp!

Uma publicação compartilhada por Oklahoma City Thunder (@okcthunder) em

A próxima partida do Oklahoma City Thunder, sexto colocado na Conferência Oeste, será contra o Memphis Grizzlies, nesta quarta-feira, fora de casa. Westbrook, que participou de todos os jogos até aqui, poderá continuar a escrever mais capítulos em um livro que nós, fãs de basquete, não gostaríamos que tivesse um fim.

    Leia tudo sobre: NBA