Tamanho do texto

A homenagem aconteceu no intervalo do jogo entre Miami Heat e Los Angeles Lakers, que perdeu para os donos de casa por 115 a 107

Shaquille O'Neal, 32 Miami Heat
Reprodução/ Miami Heat
Shaquille O'Neal, 32 Miami Heat

Dez anos depois do primeiro título da NBA conquistado pelo Miami Heat, em 2006, o time homenageou Shaquille O'Neal pela contribuição com a equipe e aposentou a camisa 32. A cerimônia de homegem ao ex-pivô de 2,16 metros de altura aconteceu nesta quinta-feira (22) durante o intervalo da partida contra o Los Angeles Lakers, time que já aposentou a camisa 34 do jogador.

Leia mais: Se renovar com o Golden State, Curry poderá receber R$ 673,9 milhões

Shaquille O'Neal chegou ao Heat em 2004, para se juntar a Dwyane Wade, na época ainda novato e em ascensão. Pat Riley, presidente do Miami Heat, foi o responsável pela contratação do jogador, que foi trocado pelo Lakers por três jogadores e ainda uma futura primeira escolha do draft. Segundo o dirigente, O'Neal modificou o time de Miami, que até antes de sua chegada, só tinha ganhado uma série de playoff em toda a história. Além disso, ele atraia mais espectadores e jogadores, que queriam fazer parte do Heat.

"Eu vi o D-Wade quando eu estava em Los Angeles e eles estavam falando sobre me negociar", disse O'Neal antes da partida. "Eu sabia que se eu viesse pra cá (Miami) e jogasse com ele, nós teríamos a chance de ganhar. Sem um cara como D-Wade, eu definitivamente não teria a chance", completou o ex-jogador.

Leia mais: Tim Duncan é homenageado pelo Spurs e aposenta a camisa 21

Shaq com a réplica do Diesel Power
Reprodução/ NBA
Shaq com a réplica do Diesel Power

Quando as homenagens começaram, Riley despejou centenas de cartões escritos "fortes 15", que remetia à equipe do Heat vencedora do título em 2006. "Nós não teríamos ganhado o campeonato em 2006 sem os esforços de Shaquille O'Neal", disse o dirigente.

A cerimônia contou com uma réplica do Diesel Power, caminhão no qual O'Neal entrou em quadra quando foi apresentado ao time em 2004. Na noite de homenagens, foi dirigido por Lucille O'Neal, mãe do jogador. O Miami Heat ainda deu uma camisa comemorativa à todos os fãs presentes na American Airlines Arena e entregou um cheque de U$ 50 mil para a fundação do jogador.

"Quando se ganha títulos, isso passa a ser contagioso. Estava sentindo isso quando cheguei a Miami e sabia que tinha muito ainda para dar", disse O'Neal depois da cerimônia.

O'Neal é o terceiro jogador a ter uma camisa aposentada pelo time. Além dele, Alonzo Mourning e Tim Hardway aposentaram as camisas 33 e 10, respectivamente. "Ele foi o tipo de aquisição que acontece uma vez na vida e significou muito pra gente", disse Pat Riley. "Ao contrário do que todo mundo pensa, além de suas piadas e brincadeiras, ele era muito sério em relação a ganhar", completou o presidente do Heat.

Emocionado, Shaquille O'Neal agradeceu seus ex-companheiros, fãs e contribuintes. "Eu não poderia ter feito isso sem vocês", disse.

Leia mais: LeBron James é agora o oitavo maior pontuador da história da NBA

Marcas

Em 19 temporadas na NBA, Shaquille O'Neal disputou 1.207 partidas e marcou 28.596 pontos. Sendo o sétimo maior cestinha da história da liga, foi draftado em 1992, pelo Orlando Magic, time no qual iniciou a carreira profissional. Ainda passou pelo Phoenix Suns, Cleveland Cavaliers e Boston Celtics, no qual encerrou a carreira em 2011.

    Leia tudo sobre: NBA