Michael Schumacher
Reprodução/Facebook
Michael Schumacher




No período em que esteve na Fórmula 1, Eddie Irvine nunca foi de medir as palavras e ficou ainda mais marcado entre os torcedores brasileiros quando recebeu um soco de Ayrton Senna , após o GP do Japão de 1993.

Dentro da pista, Irvine foi vice-campeão em 1999 pela Ferrari, após Michael Schumacher fraturar uma das pernas. Depois daquela temporada o piloto nunca mais triunfou e, três anos depois, abandonou a categoria.

Porém, sua convivência com o alemão possibilita uma comparação entre o ex-piloto e o atual campeão Lewis Hamilton, que venceu o Grande Prêmio de Estíria e ficou muito próximo de se tornar o piloto com o maior número de vitórias na Fórmula 1 .

Em entrevista ao Stats Perform, Irvine comparou as duas lendas das pistas.

“Acho que Lewis Hamilton e Michael Schumacher são muito diferentes. Na velocidade, acho que Michael tem vantagem. Se você for ao YouTube e assistir ele dirigir, verá que os carros da época eram muito diferentes. Eles eram muito mais difíceis de controlar por causa da sensibilidade da aerodinâmica", apontou.

Porém, o irlandês considera o atual campeão mais limpo. "Schumacher sofreu muitos acidentes com pessoas diferentes. Lewis é provavelmente o piloto mais limpo que já vimos", diz ele, falando sobre a possibilidade de Hamilton quebrar o recorde Schumacher: "Você tem que pensar nas estatísticas também, porque há muito mais corridas agora".

    Veja Também

      Mostrar mais