Leclerc
Reprodução/Twitter
Esta será a quarta pole seguida do piloto monegasco da Ferrari

Pode ser tarde para entrar na briga dos títulos da temporada, mas a Ferrari demonstra competitividade nesta reta final da Fórmula 1 de 2019. Em seu melhor momento do ano, Charles Leclerc demonstrou segurança e conquistou na manhã deste sábado, em Socchi, na Rússia, sua quarta pole position consecutiva, com 1m31s628, superando o atual campeão e líder do Mundial de Pilotos, inglês Lewis Hamilton, da Mercedes, em 0s402.

Leia também: Como aumentar o interesse do torcedor pelo futebol nacional? Números preocupam

Companheiro de equipe do monegasco, Sebastian Vettel não conseguiu acompanhar o ritmo e ficou em terceiro. O finlandês Valtteri Bottas, vice-líder do Mundial de Pilotos, fecha a segunda fila do GP da Rússia . Max Verstappen, da RBR, larga em quinto. Carlos Sainz, da McLaren, em sexto.

Completatam as 10 primeiras posições: Carlos Sainz, da McLaren, em sexto, Nico Hulkenberg, da Renalult, sétimo, Lando Norris, da McLaren, em oitavo, Romain Grosjean da Haas, em nono, e Daniel Riccardo, da Renault, em décimo.

Apesar da reação da Ferrari , que vem de dobradinha puxada por Vettel e vitória de Leclcerc na prova anterior, em Singapuera, o cenário segue confortável pela a Mercedes. A escuderia alemã lidera o Mundial de Construtores, com 527 pontos, seguida pela Ferrari, com 384, e pela RBR, com 289.

Leia também: Ponte Santos-Guarujá deve sair do papel quase 100 anos e cinco projetos depois

No Mundial de Pilotos, Lewis Hamilton tem vantagem confortável, a seis provas do fim da temporada. Soma 296 pontos, seguido por Bottas , com 231. Leclerc tem 200, mesmo número de Max Verstappen , da RBR. Sebastian Vettel , com 194, é o quinto colocado.

O Grande Prêmio da Rússia acontece neste domingo, às 8h10 (horário de Brasília).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários