Tamanho do texto

Piloto finlandês disputou 294 corridas até o momento. Caso cumpra seu contrato com a Alfa Romeo, irá superar o recorde de Barrichello.

Aos 39 anos, Kimi Raikkonen é o piloto que está a mais tempo em atividade. Sua estreia na Fórmula 1 aconteceu em 2001, pela Sauber. Desde então, o finlandês se tornou uma das referências da categoria, chegando a ser campeão em 2007 e vice-campeão em outras duas oportunidades: 2003 e 2005. Há anos na categoria, Raikkonen está próximo de se tornar o piloto com mais GP's disputados na carreira.

Leia também: Hamilton supera Schumacher como piloto mais bem pago da história da Fórmula 1 

Kimi Raikkonen durante corrida pela Ferrari em 2017
Reprodução
Kimi Raikkonen está próximo de se tornar o piloto com mais corridas da Fórmula 1

A marca pertence atualmente ao piloto brasileiro Rubens Barrichello que, entre 1993 e 2011, disputou 323 corridas na categoria. Dentre os GP's disputados por Barrichello , destacam-se as 11 vitórias, que colaboraram para que o brasileiro fosse vice-campeão em 2002 e 2004. Raikkonen é o quinto da lista, porém é o único piloto do top 5 que ainda está em atividade. À sua frente estão Michael Schumacher (308), Jenson Button (309) e Fernando Alonso (314).

Aos 39 anos, o finlandês possui contrato com a Alfa Romeo até o final de 2020. Se cumpri-lo e não deixar de largar em nenhuma prova até lá, Raikkonen igualará a marca de Barrichello no décimo GP da temporada 2020 da categoria, superando o brasileiro na prova seguinte.  Porém, tudo indica que o piloto não tem interesse em bater a expressiva marca de Barrichello.

Leia também: F1 libera vídeo comparando testes de Schumacher e do filho na Ferrari; assista

Visualizar esta foto no Instagram.

Solid start and off to the next one!

Uma publicação compartilhada por Kimi Räikkönen (@kimimatiasraikkonen) em

Em entrevista ao portal inglês "Racefans.net", Raikkonen disse que não está interessado na marca e que nunca perseguiu o recorde de corridas disputadas. "Eu nunca estive perseguindo nenhum número. No final, é apenas um número. Se são 20 mil, não faz diferença. Pelo menos, não vejo quantas corridas tenho, isso ou aquilo", afirmou o finlandês.

Leia também: Ayrton Senna ouviu proposta para defender a Ferrari quatro dias antes de morrer 

 O piloto completou dizendo que segue em atividade por que sente que é o certo, e não para atingir números. "Tenho absolutamente zero interesse no lado dos números. Se é dez a menos que outra pessoa ou mais dez, isso não determina o que farei. Quando o sentimento mudar eu vou e faço outra coisa, mas é assim que vai ser", finalizou Raikkonen. 

Kimi Raikkonen disputando posição com Lewis Hamilton no GP da Itália 2018
REPRODUÇÃO/F1
Kimi Raikkonen completará 295 corridas no próximo GP

O finlandês volta às pistas no próximo domingo, quando disputará o Grande Prêmio da China. A corrida será a 295ª da carreira do piloto e a milésima prova da categoria. Na atual temporada, Raikkonen tem acumulados um oitavo e um sétimo lugar conquistados, respectivamente nos GP's da Austrália e do Bahrein. As posições lhes renderam modestos 10 pontos e um sexto lugar na classificação geral.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.